GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

É possível correr sobre a água?

Brincando de Jesus

correr-sobre-a-água-lagarto Basiliscus Jesus Christ Lizard correr-sobre-a-água-lagarto Basiliscus Jesus Christ Lizard

correr-sobre-a-água-lagarto Basiliscus Jesus Christ Lizard (/)

Pergunta – Guilherme Sant’Anna de Lira, São Paulo, SP

Para o ser humano, não! Para realizar a proeza, seria preciso dar 125 passos por segundo – 50 vezes mais que um velocista. Além disso, os pés teriam que atingir a água a velocidades sobre-humanas, empurrando a água para baixo com força suficiente para não afundar. A façanha foi “documentada” em uma campanha viral que rodou a internet. O vídeo mostrava esportistas correndo sobre as águas, supostamente graças a um tênis à prova d’água. No caso, o truque era correr sobre plataformas escondidas pouco abaixo do nível da água.

– Por que o navio flutua?

LAGARTO JESUS*

Lagartos do gênero Basiliscus andam sobre a água por pequenos trechos dando 20 passos por segundo. Eles são leves e membranas nas patas formam bolhas de ar que os ajudam a flutuar

CONSULTORIA – Cláudio Furukawa, do Instituto de Física da USP

*Jesus Christ Lizard, em inglês

Correndo no molhado

Velocidade para andar na água seria menor que a de um velocista, mas até Usain Bolt naufragaria tentando

TAMANHO DA LANCHANa hora de (tentar) correr sobre a água, o peso do corpo e a área de contato com a superfície são importantes. Para fazer os cálculos, imaginamos um corredor com 75 kg e um calçado de 30 cm de comprimento por 12 de largura – tamanho 43. Isso dá uma área de contato de 360 cm2 a cada pisão

VELOCIDADE MÁXIMA

Sapateando a esse ritmo, o corredor se manteria sobre a água no mesmo ponto. Para ir em frente, ele teria que atingir a água num ângulo de 4 graus. Assim, ele andaria uns 3,5 cm para a frente a cada passo. Dando 125 passos por segundo, a velocidade média seria de aproximadamente 16 km/h

PASSADA LIGEIRA

A pisada não pode ser muito profunda, porque o atrito tornaria difícil tirar o pé da água. Afundando só 5 cm, o pezão empurraria 1,8 litro de água para baixo. Então, para multiplicar essa força de reação e se sustentar sobre a água, a velocidade do pé ao atingir a superfície teria de ser 46,8 km/h

ALTA FREQUÊNCIA

Cada pisada a uma velocidade dessas e afundando só 5 cm duraria 8 milésimos de segundo. Ao fim de cada passo, outro de igual velocidade teria que ser dado. Isso significa que o corredor teria que dar cerca de 125 passadas por segundo (um corredor de 100 m rasos dá apenas cinco passos nesse tempo)