GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

O que é engenharia reversa?

Qualquer um que destruiu o radinho de pilha do pai para “ver como funciona” já deu os primeiros passos em engenharia reversa. Ela consiste em pegar um produto já acabado e examiná-lo, desmontando peça por peça, para descobrir como foi feito. A idéia é reproduzi-lo da melhor maneira possível, mesmo sem ter acesso às instruções e instrumentos do fabricante original. “A engenharia reversa é a principal atividade dos departamentos de desenvolvimento de produtos de todas as grandes empresas multinacionais. No Brasil, por exemplo, os fabricantes de televisores mantêm uma vistoria permanente nos aparelhos dos concorrentes”, diz o engenheiro Javier Ramírez, da USP. Espiar o quintal do vizinho é, afinal, mais rápido e barato que reinventar a roda – e basta alterar um pouco o processo de fabricação para não ter que pagar por uma tecnologia patenteada, prática que leva a grandes discussões judiciais.

Até o fim da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), o Japão adquiriu muito da sua tecnologia utilizando engenharia reversa em produtos americanos e alemães.