Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Para que servem os cornos da girafa?

Estruturas semelhantes aos chifres dos bois, os cornos, que lembram duas anteninhas, são usados pelos machos para atingir os adversários quando eles lutam entre si, trocando cabeçadas e pescoçadas. Já para as fêmeas essas estruturas não têm utilidade nos dias de hoje, uma vez que elas não se metem em brigas. “No passado remoto, os […]

Por Redação Mundo Estranho
Atualizado em 22 fev 2024, 11h02 - Publicado em 18 abr 2011, 18h54

Estruturas semelhantes aos chifres dos bois, os cornos, que lembram duas anteninhas, são usados pelos machos para atingir os adversários quando eles lutam entre si, trocando cabeçadas e pescoçadas. Já para as fêmeas essas estruturas não têm utilidade nos dias de hoje, uma vez que elas não se metem em brigas. “No passado remoto, os cornos estavam associados a um mecanismo de defesa: eram empregados pelas girafas para se defender de predadores. Mas, com o passar do tempo, perderam essa função. Hoje, o único predador da girafa é o leão, combatido com violentos coices”, afirma a bióloga Kátia Cassaro, da Fundação Zoológico de São Paulo. Ao contrário dos chifres, que são trocados periodicamente, os cornos são para toda a vida. “Eles são um prolongamento do crânio e se quebrarem não nascem mais”, diz Kátia.

Conhecidos cientificamente como ossicones, eles são formados de pedaços de ossos recobertos por pele e podem chegar a medir até 13,5 centímetros. O curioso é que, quando as girafas envelhecem, depósitos de cálcio se acumulam no alto da cabeça, dando a impressão de que ela ganhou novos cornos.

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.