GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Por que as Guianas e o Suriname não participam da Copa América de futebol?

São duas as razões: eles não fazem parte da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) e nunca foram selecionados para participar do torneio como seleções convidadas. A Copa América sempre conta com as dez seleções da Conmebol mais dois países convidados, em geral, membros da Concacaf, a confederação das Américas Central, do Norte e Caribe – a única exceção foi o Japão, convidado em 1999. Guiana, Guiana Francesa e Suriname poderiam preencher essas duas vagas, afinal são membros da Concacaf, assim como o México e os Estados Unidos, que estão na Copa América 2007. Apesar de geograficamente fazerem parte da América do Sul, as Guianas e o Suriname não integram a Conmebol em função de um acordo com a Fifa, que considerou que as três seleções teriam mais chance de progresso jogando contra adversários do lado de cima da linha do Equador do que contra os sul-americanos. Mas não adiantou muita coisa, porque, mesmo participando de eliminatórias mais fracas, os três países nunca se classificaram para as grandes competições, como a Copa e as Olimpíadas. Nas eliminatórias para a última Copa, Guiana foi eliminada logo na primeira fase pela seleção de Granada, Suriname caiu na segunda fase frente à Guatemala e a Guiana Francesa ficou de fora até das eliminatórias – o último jogo da Guiana Francesa foi em 15 de janeiro de 2005. No mundo do futebol, outro caso de mudança de continente é o de Israel, que, apesar de estar na Ásia faz parte da Uefa, a confederação européia. Mas, nesse caso, a razão não é técnica: a Fifa teme que os conflitos político-religiosos sejam levados para dentro de campo.