Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Por que as Guianas e o Suriname não participam da Copa América de futebol?

São duas as razões: eles não fazem parte da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) e nunca foram selecionados para participar do torneio como seleções convidadas. A Copa América sempre conta com as dez seleções da Conmebol mais dois países convidados, em geral, membros da Concacaf, a confederação das Américas Central, do Norte e Caribe – […]

Por Artur Louback
Atualizado em 22 fev 2024, 11h24 - Publicado em 18 abr 2011, 18h34

São duas as razões: eles não fazem parte da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) e nunca foram selecionados para participar do torneio como seleções convidadas. A Copa América sempre conta com as dez seleções da Conmebol mais dois países convidados, em geral, membros da Concacaf, a confederação das Américas Central, do Norte e Caribe – a única exceção foi o Japão, convidado em 1999. Guiana, Guiana Francesa e Suriname poderiam preencher essas duas vagas, afinal são membros da Concacaf, assim como o México e os Estados Unidos, que estão na Copa América 2007. Apesar de geograficamente fazerem parte da América do Sul, as Guianas e o Suriname não integram a Conmebol em função de um acordo com a Fifa, que considerou que as três seleções teriam mais chance de progresso jogando contra adversários do lado de cima da linha do Equador do que contra os sul-americanos. Mas não adiantou muita coisa, porque, mesmo participando de eliminatórias mais fracas, os três países nunca se classificaram para as grandes competições, como a Copa e as Olimpíadas. Nas eliminatórias para a última Copa, Guiana foi eliminada logo na primeira fase pela seleção de Granada, Suriname caiu na segunda fase frente à Guatemala e a Guiana Francesa ficou de fora até das eliminatórias – o último jogo da Guiana Francesa foi em 15 de janeiro de 2005. No mundo do futebol, outro caso de mudança de continente é o de Israel, que, apesar de estar na Ásia faz parte da Uefa, a confederação européia. Mas, nesse caso, a razão não é técnica: a Fifa teme que os conflitos político-religiosos sejam levados para dentro de campo.

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.