Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Por que o sistema de medidas dos EUA é diferente?

País já tinha o seu próprio sistema, herdado da Inglaterra, quando o Sistema Internacional de Unidades foi estabelecido, em 1960

Por Tiago Cordeiro
Atualizado em 22 fev 2024, 10h39 - Publicado em 19 ago 2014, 17h47

sistema-de-medidas-americano

Pergunta do leitor – Felipe Ferreira da Costa, Rio de Janeiro, RJ

Porque os norte-americanos não aceitaram a unificação mundial de medidas, realizada sob influência da França. O processo começou na Revolução Francesa, no século 18, e se consolidou no século 20. Antes disso, não havia padrões. As transações comerciais eram feitas entre povos vizinhos, que negociavam as equivalências de comprimento, peso e volume.

A padronização começou a virar necessidade no século 15, graças às grandes navegações e ao contato mais frequente entre povos distantes. O metro, medida-base do Sistema Internacional de Unidades (SI), surgiu como sugestão do padre francês Gabriel Mouton, em 1670. Ele surgiu de uma fração do planeta (a distância da linha do Equador ao Polo Norte dividida por 10 milhões). Era uma medida objetiva (que também deu origem ao quilo e ao litro, como você pode ver a serguir) e válida para qualquer um. Quando o SI foi estabelecido, em 1960, os EUA já tinham o seu próprio sistema, herdado da Inglaterra. Além dos States, apenas dois países não adotam o sistema métrico: Mianmar, na Ásia, e Libéria, na África.

Continua após a publicidade

ATÉ NO TERMÔMETRO

A escala de temperatura preferida nos EUA é a Fahrenheit. Ela era usada na indústria mundial até a unificação do sistema de medidas, em 1960. A partir daí, os graus Celsius viraram padrão mundial

Obs: ao contrário do que foi veiculado na imagem, 1 metro cúbico equivale a mil litros 😉

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.