GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Quais produtos um vegano não pode consumir?

As restrições do veganismo não são apenas relacionadas à alimentação — ela abrange todo o consumo, incluindo roupas, calçados e cosméticos

O veganismo, surgido oficialmente na Inglaterra em 1944, rejeita qualquer bem de consumo obtido pela exploração animal. Isso inclui não só alimentos mas também cosméticos e artigos de limpeza, além, é claro, de couro, seda e lã – e até visitas a circos, rodeios e zoológicos. A restrição é mais complicada do que parece. Todo mundo sabe que carne, mel, leite e ovos vêm dos bichos. Mas há produtos industrializados que levam ingredientes de origem animal e o consumidor nem desconfia. “A única maneira segurade se certificar é consultando os rótulos e, na dúvida, o serviço de atendimento das empresas”, diz o nutricionista George Guimarães, diretor da Nutriveg Consultoriaem Nutrição Vegetariana.

Veganismo é diferente de vegetarianismo:esse último propõe restrições apenas à dieta alimentar.

LISTA NEGRA SECRETA

Até mesmo xampu, fogos de artifício e açúcar podem ter substâncias de origem animal. Vegetarianos processaram o McDonald’s dos EUA em 2001 por não revelar que suas batatas eram aromatizadas com gordura bovina

SACOLAS DE SUPERMERCADO

Diversos plásticos levam gordura animal para diminuir sua propensão à deformação.

AMACIANTE DE ROUPAS

Algumas marcas utilizam um derivado da amônia,o dimetil amônio de sebodi (hidrogenado), que é extraído de ovelhas,cavalos e vacas.

MISTURAS PARA PUDINS E BOLOS

A maior parte conta com ovos e leite em sua composição.

PRODUTOS SABOR MORANGO

Boa parte deles é vermelha graças ao corante carmim, produzido com um inseto chamado cochonilha.

VINHOS E CERVEJAS

Em seu processo de clarificação, podem ser usadas bexiga de peixe ou proteínas do leite ou de ovo.

MOLHO INGLÊS

Há variações de ingredientes, mas diversas marcas contêm anchova (um tipo de peixe) ou extrato de carne.

PASTA DE DENTES

Tem glicerina, que pode ser de origem animal.

FOGOS DE ARTIFÍCIO

O ácido esteárico, que pode ter origem animal ou vegetal, evita a oxidação de metais e prolonga o tempo de armazenamento.

XAMPUS E CONDICIONADORES

Podem receber mais de 20 componentes de possível origem animal, como glicerina, pantenol, aminoácidos e vitamina B.

PNEUS

Também leva ácidoesteárico, que ajuda a conservar sua forma sob o atrito.

AÇÚCAR

Apesar de a maioriadas marcas não usar mais o processo, algumas ainda são refinadas em filtros que recebem cinzas de ossos de animais.

CHOCOLATE

Tem leite em pó desnatado ou integral. As versões feitas com soja estão liberadas.

BISCOITOS

Basta checar o rótulo da maioria das marcas para provar: até a inocente cream cracker pode conter traços de leite ou soro de leite.

GELATINA

Leva colágeno, que geralmente vem da pele do boi. Marshmallow também é vetado porque pode conter gelatina. Uma opção viável é o agar-agar, feito de algas.

CHICLETES Outro produto que pode levar colágeno para atingir a consistência certa.

Leia também:

– O que é freeganismo?

– Que alimentos são proibidos pelas religiões?

– Dá pra viver bem sem comer carne?

FONTES: sites The Huffington Post, TreeHugger, The Vegetarian ResourceGroup e peta.org/living/vegetarian-living/animal-ingredient-guide.aspx; CONSULTORIA Jacira Santos, nutricionista da Associação Brasileira de Nutrição, e Julio Alberto Nitzke, professor do Instituto de Ciência e Tecnologia de Alimentos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul