Clique e assine a partir de 8,90/mês

Qual foi a primeira ave da Terra?

Por Yuri Vasconcelos - Atualizado em 4 jul 2018, 20h29 - Publicado em 18 abr 2011, 18h25

Foi o Archaeopteryx, que viveu no final do Período Jurássico, entre 159 milhões e 144 milhões de anos atrás. Meio ave, meio dinossauro, ele foi contemporâneo dos répteis famosos. O fóssil desse tataravô das aves de hoje foi descoberto no final do século 19 na Alemanha e ajudou os cientistas a compreender um pouco melhor a evolução das aves. Além de terem asas e o corpo coberto por penas (que são nada mais do que escamas modificadas), as aves são caracterizadas por ter bico, ossos ocos e uma espécie de quilha no osso do peito, na qual se prendem os músculos que movimentam as asas. Segundo a teoria mais aceita, esses animais surgiram a partir de uma linhagem de dinossauros bípedes. Mas ainda restam muitas dúvidas. Até hoje, os cientistas não conseguem desenhar uma linha evolutiva delas nem sabem qual foi a primeira a tomar o jeitão das aves modernas.

É ou não é?
Nem tudo que voa e tem pena é ave. Alguns bichos pré-históricos eram aves legítimas, mas outros…

Pterossauro

Parece, mas não é ave. As dezenas de espécies deste bicho eram, na verdade, répteis voadores, primos distantes dos dinossauros. Ao contrário das aves, não tinha penas sobre o corpo. Mas, como elas, possuía ossos ocos, que facilitavam o vôo. Viveram há 230 milhões de anos e foram extintos há 65 milhões de anos, junto com os dinos

Velociraptor

Continua após a publicidade

O assunto ainda é polêmico, mas muitos cientistas dizem que este dino teria parte do corpo coberta de penas, pois essa era a aparência de alguns de seus parentes próximos. Isso não significa, no entanto, que ele era uma ave primitiva, mas pode ser mais uma evidência de que estes animais surgiram a partir dos dinos

Archaeopteryx

O ancestral mais antigo das aves tinha o porte de um corvo. Seu bico possuía dentes e suas asas, três pequenos dedos nas extremidades. Eles eram usados para agarrar os galhos e trepar nas árvores. Provavelmente ele não sabia voar, mas dava grandes pulos, impulsionado pelas asas, como as galinhas. Assim, conseguia planar

Ichthyornis

Continua após a publicidade

Esta ave aquática primitiva, ancestral bem distante das gaivotas, viveu entre 99 milhões e 65 milhões de anos atrás. Do tamanho de um pombo, tinha asas bem desenvolvidas e, ao contrário de muitas das aves pré-históricas, não possuía dentes. Seu cérebro era bem menor do que o das aves modernas

Hesperornis

Com cerca de 1 metro de comprimento, esta ave primitiva não sabia voar, mas era uma excelente mergulhadora. Como vivia próximo à costa, provavelmente alimentava-se de peixes. Suas asas eram robustas e seu bico tinha uma fileira de dentes. Habitou o planeta por cerca de 23 milhões de anos e foi extinto há 65 milhões de anos

Publicidade