Clique e Assine por apenas 8,90/mês

Qual foi o primeiro fóssil de dinossauro encontrado?

Demorou até entenderem que aquele osso pertencia a um réptil gigante

Por Gabriela Monteiro - Atualizado em 14 fev 2020, 17h32 - Publicado em 23 nov 2017, 17h45
Layerace/Wikimedia Commons

Foi uma parte do fêmur de um megalossauro (Megalosaurus bucklandii) em 1676 na Inglaterra. Na época, achou-se que pertencia a um elefante, e foi assim que o item foi registrado no livro The Natural History of Oxford-Shire pelo reverendo inglês Robert Plot, responsável pelo achado. Algumas pessoas ainda acreditavam que se tratasse de parte do corpo de um gigante. Anos depois, em 1815, uma mandíbula cheia de dentes foi encontrada na mesma região do fêmur e, em 1824, o paleontólogo britânico Willian Buckland relacionou os dois fósseis ao mesmo animal. A clade Dinosauria e o termo popular “dinossauro” só surgiram em 1842 e, logo de cara, aplicaram-se a três espécies: o pioneiro megalossauro, o iguanodon e o hylaeossauro. O “grande lagarto” – significado de megalossauro – era bípede, carnívoro, possuía de 8 a 9 m de comprimento e mandíbulas muito poderosas. Ele viveu no Período Jurássico e já serviu de inspiração para personagens da cultura pop, como o Dino da Silva Sauro, patriarca da Família Dinossauro.

Pergunta da leitora – Betânia Bertelli de Castro, Juiz de Fora, MG

CONSULTORIA Max Lager, professor de paleontologia da USP FONTES Livro The Natural History of Oxford-Shire, de Robert Plot; EXAME

Publicidade