Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Quando surgiu o Prêmio Laureus, o Oscar do esporte?

O mais prestigioso prêmio do esporte é bem recente: a primeira edição ocorreu apenas em 2000. Este ano, a cerimônia acontece no dia 16 de maio, na cidade de Estoril, em Portugal. A idéia de criar o Laureus partiu de duas multinacionais, a montadora Daimler-Chrysler e a fabricante de jóias e acessórios Richemont. Os executivos […]

Por Redação Mundo Estranho
Atualizado em 22 fev 2024, 11h16 - Publicado em 18 abr 2011, 18h48

O mais prestigioso prêmio do esporte é bem recente: a primeira edição ocorreu apenas em 2000. Este ano, a cerimônia acontece no dia 16 de maio, na cidade de Estoril, em Portugal. A idéia de criar o Laureus partiu de duas multinacionais, a montadora Daimler-Chrysler e a fabricante de jóias e acessórios Richemont. Os executivos decidiram chamar o prêmio de Laureus como uma referência ao laurel, aquela coroa de louros com que os gregos homenageavam os vencedores olímpicos. São sete as categorias premiadas: homem do ano, mulher do ano, melhor equipe, revelação, personalidade com deficiência, esportista alternativo e maior retorno, prêmio para atletas que se afastaram dos esportes e deram a volta por cima. Há também dois prêmios extras: realização em vida, concedida ao “conjunto da obra”, e ação social, para gente que mandou bem em projetos esportivos de inclusão social. A escolha dos vencedores é feita em duas etapas. Primeiro, 500 jornalistas de 82 países indicam os seis atletas que mais se destacaram em cada categoria no ano anterior. Em seguida, o ganhador é escolhido pelos 41 membros da “academia” do prêmio. Fazem parte desse time lendas do esporte como o tenista alemão Boris Becker e o piloto brasileiro Emerson Fittipaldi. E por falar em Brasil, quatro compatriotas já faturaram o troféu: Pelé, pelo conjunto da obra, em 2000, Ronaldo Fenômeno, pelo retorno triunfal, em 2003, o skatista Bob Burnquist, como esportista alternativo de 2002, e a seleção pentacampeã, como melhor equipe, em 2003. Este ano, o único brasileiro a concorrer é o nadador Clodoaldo Silva, na categoria personalidade com deficiência. Clodô tem muita chance porque arrasou nas Paraolimpíadas de Atenas, abocanhando sete ouros e uma prata.

Schummi é o cara!
Alemão é o maior ganhador do prêmio, com dois troféus e quatro indicações

Homem do ano

O maior campeão da história da Fórmula 1 já levou duas vezes o prêmio de homem do ano e teve cinco indicações – neste ano, concorre de novo. O golfista americano Tiger Woods também papou dois troféus, mas foi indicado “só” quatro vezes

Maior retorno

Além de Ronaldo, outro laureado com um prêmio pela “volta por cima” foi o ciclista americano Lance Armstrong. Em 1992, ele teve câncer nos testículos, mas venceu a doença e voltou à ativa em 1999. Ganhou a Volta da França daquele ano e o Laureus de 2000

Esportista alternativo

O brasileiro Bob Burnquist é uma das maiores feras do skate. Em 2000, ele foi campeão mundial. Em 2001, conquistou os mais prestigiados eventos radicais do mundo, como Slam City Jam, o Skate Pro 2001 e o X Games de Verão. Mereceu o Laureus de 2002

Continua após a publicidade

Maior equipe

Que seleção brasileira, que nada! Em 2002, quem ganhou o Laureus de melhor equipe foi a seleção australiana de críquete. Eles arrebentaram em 2001 conseguindo 16 vitórias consecutivas, um recorde inédito na história desse esporte inventado pela nobreza inglesa

Revelação

A golfista americana Michele Wie ganhou o Laureus de revelação em 2004, com apenas 14 anos. Aos 10, ela ganhou seu primeiro torneio oficial. Aos 13, tornou-se a mais jovem campeã da liga de golfe feminino americana. Um prodígio!

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.