GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

92% do mundo respira ar poluído

No maior relatório sobre a qualidade do ar já feito, a Organização Mundial da Saúde alerta: toda essa poluição mata quase tanto quanto câncer

Não é novidade que a poluição tem aumentado, ano a ano, no mundo inteiro. Mas agora, a Organização Mundial da Saúde (OMS) reuniu dados alarmantes: 92% da população mundial vive em cidades onde a qualidade do ar é bem pior do que a recomendada pela organização.

A conclusão veio da última pesquisa feita pela OMS — em parceria com a Universidade de Bath, no Reino Unido —, o maior e mais completo estudo já feito sobre o tema. Isso por uma razão muito simples: é a primeira vez que a maioria das cidades do mundo consegue reunir dados suficientes para uma análise mais ampla. As informações também são precisas porque foram colhidas tanto por satélite quanto por cientistas aqui na Terra. A partir desses dados, a OMS construiu um mapa interativo, que mostra o tamanho da população de cada cidade e os níveis de poluição:

A má qualidade do ar é um problema de saúde global. Por ano, 3 milhões de pessoas morrem por doenças causadas pela exposição à polução — cerca de 11% das mortes globais (só para dar uma ideia, as mortes por câncer representam 13%).

As doenças mais comuns causadas pela impureza do ar incluem câncer de pulmão, doenças cardiovasculares, derrames e obstrução ou infecção das vias respiratórias, que atingem principalmente mulheres, crianças e idosos. Mas a coisa aperta mesmo nos países em desenvolvimento: 90% dessas mortes acontecem nessas nações, em especial as que ficam no Sudeste Asiático e na África, como mostra o mapa.

Como você já deve saber, toda essa poluição vem dos carros e outros meios de transporte que usam combustíveis como forma de energia, da queima de lixo e das atividades industriais. Mas também existem outras fontes, inclusive naturais: um exemplo são as tempestades de poeira, que acontecem principalmente nas regiões próximas a desertos.

Agora, os cientistas da OMS estão tentando bolar um jeito de melhorar a qualidade global do ar — algumas ideias são plantar mais árvores, substituir os meios de transportes poluentes por veículos elétricos, fiscalizar o descarte do lixo para que não haja queima, e ficar atento às grandes fábricas para que elas poluam o mínimo possível.