GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

A velha dor de quem trabalha

Homens pré-históricos já sofriam de doenças causadas pelo trabalho

Quando o homem começou a ganhar o pão de cada dia com o suor de seu rosto, ao tornar-se agricultor, passou a ter mais pão do que seus primos coletores e caçadores nômades. Mas como todo problema resolvido parece ser o começo de outro, aqueles primeiros lavradores de 10 mil anos atrás, tornaram-se também os primeiros portadores de doenças do trabalho. Pesquisadores ingleses, examinando ossos encontrados na Síria, verificaram que muitos dos habitantes da região do período Neolítico tinham dedos e cotovelos seriamente danificados, além de traços de artrite nos joelhos e na coluna.

A pesquisadora Theya Molleson, do Museu Britânico de História Natural, atribui esses problemas às condições de trabalho na época: “O método para moer os cereais era um sacrifício. As pessoas se ajoelhavam, curvando os dedos dos pés e arrastando-se para frente sobre um moedor natural”. Outro exemplo de doença trabalhista pré-histórica é a osteoartrite, encontrada nas vértebras do pescoço de ossadas no Paquistão. Supõe-se que o mal deve ter sido causado pelo hábito de carregar pesados volumes sobre a cabeça.