GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Antibiótico autocolante

Os médicos sempre sonharam com um antibiótico que agisse apenas no local da infecção, só se espalhando pelo organismo quando necessário. Há pouco, Eujene Rosenberg, um pesquisador da Universidade de Tel-Aviv, Israel, descobriu aparentemente um antibiótico que gruda onde for aplicado, sem os efeitos colaterais dos antibióticos no organismo. Como tantas outras descobertas, essa também foi por acaso: Rosenberg havia observado que a bactéria Mixococcus xanthus, que cresce na casca das árvores e no solo, produz um poderoso antibiótico, capaz de matar quase cinqüenta tipos de micróbios nocivos. Inoculado em animais, porém, o antibiótico foi um fiasco – as infecções prosseguiam como se nada tivesse acontecido. Exames posteriores, no entanto, revelaram a presença do antibiótico no local onde foi aplicado. Essa propriedade adesiva poderá ser útil no tratamento de gengivites, conjuntivites e cistites. Os testes clínicos do antibiótico autocolante vão começar logo.

Para saber mais: SuperMundo