GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Ginástica feminina

Não são poucas as meninas pelo mundo que sonham em se tornar futuras Olga Korbut, Nadia Comaneci ou Tatiana Lisenko. Mas por detrás dos sorrisos e proezas dessas ginastas, que nos encantam com sua extraordinária graça e força empregadas sem esforço aparente, estão ocultos anos de treinamento e sacrifício. Longo tempo para atletas ainda tão jovens, quase crianças.

GINÁSTICA RÍTMICA

Combina o movimento corporal com elementos, como bola, corda, fita e maças – uma espécie de bastão, mas sem acrobacias perigosas. Os exercícios têm acompanhamento musical.

CAVALO

Diferente do masculino, aqui o cavalo é saltado em sua largura. A ginasta corre e ganha impulso num pequeno trampolim até o cavalo. São executadas piruetas no ar antes de tocar o solo. A precisão é fundamental, do início do rodopio até o abandono do aparelho. Recoberto por couro Altura: 1,10 m Comprimento: 1,63 m Largura: 35 cm Pista de impulso: 25 metros de comprimento. Colchonete de segurança: permite que a ginasta recupere certo impulso caso não consiga usar o trampolim.

PARALELAS ASSIMÉTRICAS

Os movimentos circulares nas paralelas usam as duas barras alternadamente. São cada vez mais comuns os saltos mortais na passagem entre elas. Um balanço forte para ficar na vertical com o apoio das mãos é a base de muitos movimentos. O ombro inclina-se para frente, elevando os quadris. A pausa controlada, com os braços retos e as pernas fechadas, precede um novo movimento. Segurança na passagem das barras, grau de risco dos exercícios e perfeição na queda são pontos a serem observados, nessa modalidade que requer força, técnica e coragem. Comprimento: 3,5 m Largura: 40 mm Altura: 1,60 (inferior) e 2,40 (superior)

LO

Uma combinação elegante de dança e acrobacia. As piruetas, movimentos de dança e manifestações de força, equilíbrio e flexibilidade devem ser executadas com fluidez e harmonia. Os exercícios duram de 70 d 90 segundos, usando toda a área do tablado (12 metros quadrados). A ginasta ganha impulso para iniciar o pulo A. Ao começar a girar B, as pernas são projetadas com força para aumentar ainda mais a energia do movimento, até novo toque no solo. A energia acumulada na sequência de movimentos C dá à ginasta uma potência crescente para as etapas seguintes.

TRAVE

Sucessão de movimentos acrobáticos e de dança com um giro de 360 graus e saltos. Os exercícios duram entre 70 e 90 segundos. Altura: 12 m Comprimento: 5 m Largura: 10 cm Com a visita voltada para uma das extremidades da trave A, a ginasta dá um salto rápido para trás, com as pernas retas impulsionadas pelo forte movimento dos braços e mãos. Aterissa com a perna anterior dobrada B, a perna posterior reta e os quadris firmes para conseguir o equilíbrio necessário.