GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Uma esperança para os gorduchos

Uma substancia produzida naturalmente no intestino, chamada enterostatina, pode diminuir o apetite por alimentos gordurosos Experiências realizadas na Universidade de Lund, na Suécia, e na Universidade de Louisiana, Estados Unidos, mostram que ratos com níveis elevados da substância ingerem pouquíssima gordura. De acordo com a médica sueca Charlotte Erlanson-Albertsson, ratos obesos que receberam doses extras do composto perderam peso. A enterostatina é formada a partir de uma enzima do pâncreas que participa da composição da gordura. Desse modo, diferente dos outros supressores de apetite, que agem no sistema nervoso, a enterostatina parece regular a fome diretamente do intestino. O composto também funcionou em babuínos gordos, numa experiência da Universidade de Washington, e será testado em humanos no ano que vem.