Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

3 notícias sobre: a Amazon e seus funcionários

Motoristas velozes e malcuidados – e gestores se virando para alcançar uma meta curiosa.

Por Bruno Garattoni 17 jun 2021, 09h24

Empresa quer que entregadores tomem banho
E também escovem os dentes, mantenham o cabelo e as unhas cortados – e não publiquem nada “obsceno” em suas redes sociais. Essas são algumas das determinações de um documento distribuído aos entregadores da Amazon nos EUA, e obtido pelo site de notícias Bloomberg. Esses profissionais, que são terceirizados, também devem se submeter a testes de drogas aplicados pela empresa.

Motoristas dizem que são estimulados a correr
A Amazon usa um aplicativo, o Mentor, para monitorar seus veículos de entrega e saber se estão excedendo os limites de velocidade (ou se o motorista está usando o celular enquanto dirige, o que é perigoso). Mas os condutores dizem que seus chefes têm mandado fechar o Mentor – para que eles possam acelerar mais e cumprir as metas de entrega estipuladas pela Amazon.

Gerentes só contratam para poder demitir
Segundo documentos da Amazon obtidos pelo site Business Insider, ela tem a meta de demitir 6% dos funcionários a cada ano (isso é visto como um mecanismo para fortalecer a empresa). Um gestor, ouvido sob anonimato, disse que contrata pessoas já com a intenção de demiti-las, só para alcançar a meta de corte. Em 2020, a Amazon admitiu mais de 400 mil funcionários.

Publicidade