Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Como funciona a natação paralímpica

Nesta edição, 595 nadadores vão disputar 152 provas. Haja fôlego!

Por Pâmela Carbonari Atualizado em 4 nov 2016, 19h18 - Publicado em 8 set 2016, 22h00

Natação, junto com atletismo, é um dos esportes que reúne o maior número de atletas. Nesta edição, 595 nadadores vão disputar 152 provas. Desde a primeira edição das Paralimpíadas, em 1960, a natação está presente. Na época, só esportistas com lesão na medula competiam. Na Paralimpíada de 1972, em Heidelberg, atletas com deficiência visual também passaram a participar, mas apenas de provas de demonstração(aquelas que não contam pontos). Hoje, a competição se estende também à esportistas com deficiência física, intelectual e visual.

As adaptações para cada tipo de deficiência são feitas nas largadas, viradas e chegadas. Os cegos têm um ajudante, o tapper, que indica com um bastão de ponta estofada quais são os momentos de virada e chegada da prova. Alguns também recebem auxílio do técnico ou de um voluntário para dar a largada. Os atletas que não conseguem saltar do bloco podem iniciar a prova de dentro da água. Para garantir igualdade entre os competidores, os óculos dos nadadores são opacos. Apesar de muitos nadadores terem membros amputados, eles não podem nadar com próteses. Aliás, dentro da piscina, os atletas só podem competir com o próprio corpo.

As baterias de provas são arranjadas conforme o grau de deficiência e a habilidade dos atletas. Os tipos de deficiência são classificados em números: de 1 a 10 são aqueles com limitações físico-motoras, de 11 a 13 têm deficiência visual e 14 são os esportistas com deficiência intelectual. Segundo as normas do Comitê Paralímpico Brasileiro, as classes são divididas entre as seguintes provas:

S – Nado livre, costas e borboleta: S1 a S10, S11, S12, S13, S14;

SM – Nado Meddley: SM1 a SM10, SM11, SM12, SM13, SM14;

Continua após a publicidade

SB – Nado Peito: SB1 a SB9, SB11, SB12, SB13, SB14;

As provas a seguir acontecerão nas categorias feminina e masculina:

– 50m, 100m, 200, 400m livre;
– 50m e 100m borboleta;
– 50m e 100m peito;
– 50m e 100m costas;
– 150m e 200m medley;
– Revezamentos.

COMO FUNCIONAM AS PARALIMPÍADAS
CONHEÇA OS OUTROS ESPORTES |

A maior medalhista das Paralimpíadas é uma nadadora. Se você acha que Michael Phelps é uma máquina de ganhar medalhas é porque não conhece a americana Trischa Zorna. Ela ganhou mais que o dobro de medalhas que Phelps. Nas seis edições dos Jogos Paralímpicos que participou, ela subiu ao pódio 55 vezes e ostenta 41 medalhas de ouro. Os três grandes nadadores paralímpicos brasileiros são Daniel Dias(15 medalhas), Clodoaldo Silva(13 medalhas) e Andre Brasil (10 medalhas).

Continua após a publicidade
Publicidade