GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

A maior estrela que se conhece

Astrônomos da Universidade da Califórnia fotografaram com a ajuda do telescópio Hubble o que parece ser a maior estrela do Universo. Maior ainda do que a Eta Carina, a rainha do exagero cósmico até então. A chamada Pistola brilha com força 10 milhões de vezes superior à do Sol. Ela já era conhecida desde o início desta década, mas, por estar escondida atrás de grandes nuvens de poeira estelar, as imagens captadas da Terra nunca ficam muito boas. O Hubble fez retratos ótimos, detectando os 10% do calor do astro que chegam até aqui. “Existem no máximo dez estrelas desse tipo na nossa Galáxia”, disse o astrônomo Augusto Damineli, ex-colunista da SUPER e um dos principais estudiosos da estrela Eta Carina. “Investigar esses monstros é importante para entendermos como as estrelas gigantes nascem e morrem.”

A estrela Pistola, no meio da nebulosa, fica na direção do centro da Via Láctea, a 25 000 anos-luz da Terra

Com a Terra na barriga

A estrela Pistola é 10 milhões de vezes mais poderosa do que o Sol.

Esta grande área amarela representa a estrela Pistola. Ela é tão poderosa que emite em 6 segundos a mesma quantidade de energia que o Sol em um ano inteiro.

A poeira e os gases se espalham por 38 trilhões de quilômetros, ou seja, por cerca de 4 anos-luz. Se a Pistola estivesse no lugar do Sol, a nebulosa chegaria até a estrela Alfa Centauri, a mais próxima do Sistema Solar.

A nuvem vermelha que envolve a estrela são gases e poeira que a Pistola lançou ao espaço em duas grandes explosões, ocorridas há 4 000 e 6 000 anos.

Ela é tão grande que, se estivesse no centro do Sistema Solar, engoliria pelo menos os planetas Mercúrio, Vênus e Terra.