GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

As lâmpadas do futuro , incandescente, pero no mucho

Novas lâmpadas economizam um montão de energia e não queimam sua mão.

Você vai se lembrar, com um sorriso no rosto, dos velhos tempos em que se preocupava em não deixar as luzes de casa acesas por causa do apagão. E também não vai mais queimar a mão quando resolver trocar a lâmpada que acabou de pifar. Uma nova tecnologia, desenvolvida pelo Departamento de Energia do laboratório estatal Sandia, nos Estados Unidos, transforma as lâmpadas do futuro em artigos muito mais econômicos – e que não esquentam. As lâmpadas do futuro vão continuar incandescentes, mas o novo sistema utiliza uma trama microscópica de tungstênio e cristais de fótons em vez dos antigos filamentos, base da maior parte das lâmpadas usadas no mundo inteiro. Os bulbos tradicionais transformam apenas 5% da energia em luz – o restante é perdido em calor. A equipe americana que pesquisa a novidade vai elevar a eficiência para 60%. A nova lâmpada ajudará a resolver um problema gigantesco: acrescente demanda por mais energia elétrica e as conseqüências que isso causa ao meio ambiente.

A diferença, ao que tudo indica, deverá ser sentida também em seu bolso, já que a conta de luz da sua casa com certeza vai ficar muito mais barata.