Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Lançamentos high-tech

Está chegando o Natal, hora de botar pra fora os seus instintos mais consumistas. Para ajudá-lo, ficamos o ano inteiro testando produtos high-tech - e selecionamos os 56 gadgets mais bacanas do mercado. Só tem coisa fina... Confira!

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h49 - Publicado em 30 nov 2007, 22h00

Texto Bruno Garattoni

Celular – Mobilidade

O quê? Comprar outro?

Ficou irresistível trocar de celular. De novo

Todo mundo tem um, e não é o primeiro provavelmente, você já trocou de telefone ao menos uma vez. Então, por que abrir o bolso e comprar outro celular? É que, finalmente, os recursos extras funcionam: a internet navega, a câmera é decente e o mp3 não decepciona. E também, claro, o design… os aparelhos estão mais bonitos do que nunca.

Motorola RAZR2

Tem a difícil missão de suceder o megassu­cesso RAZR, e consegue: ainda mais bonito, feito de metal e vidro, o novo top da Motorola tem câmera de 2 megapixels, 2 GB de memória embutida e uma tela externa sensível ao toque.

Pró: Dá para ler torpedos e controlar as funções de mp3 sem abrir o aparelho; design apaixonante.

Contra: Não tem entrada para cartão de memória (ah!); é um pouco maior, no comprimento, do que o RAZR original; acabamento frágil inspira cuidados.

Veredicto: Quer um celular bonito? Não pense duas vezes.

R$ 1 400

http://www.motorola.com.br

Sony Ericsson W880

Hoje emdia, quase todo celular tem mp3 mas poucos são bons nessa tarefa. A interface gráfica bem organizada e os fones de ouvido sem fios (opcionais) tornam o W880 o celular perfeito para os fãs de música em qualquer lugar só cuidado para não ser atropelado pelo busão.

Pró: Ótimo acabamento; câmera de 2 megapixels; o melhor toca-mp3 do mercado; já vem com cartão de memória de 1 GB.

Contra: Teclas pequenas atrapalham um pouco na hora de telefonar.

Veredicto: O melhor celular para quem gosta de curtir um som.

R$ 1 400

http://www.sonyericsson.com.br

Samsung i321N

Sabe o Blackberry, celular dos executivos viciados em e-mail? Esqueça… Além de teclado completo e e-mails no ato, como o Blackberry (você não precisa abrir a caixa postal), o Samsung tem câmera e mp3.

Pró: Menor e mais barato que o Blackberry; mais bonito que o Blackberry; tem mais recursos que o Blackberry; adiós, Blackberry!

Contra: E-mail instantâneo requer que a sua empresa possua servidor compatível Microsoft Exchange.

Veredicto: Para o executivo esperto, que sabe que trabalhar não é tudo.

R$ 1 200

http://www.samsung.com.br

HTC Touch

Um verdadeiro computador de bolso multimídia, sem botões e com tela sensível ao toque. Internet, e-mail, mp3, teclado virtual, recursos avançados, design legal.

Pró: Ultraversátil; você pode baixar e instalar milhares de programas gratuitos, compatíveis com o sistema Windows Mobile; preço justo; já disponível no Brasil.

Contra: Interface gráfica não é tão legal quanto a do iPhone; nos EUA, já saiu a versão 2.0.

Veredicto: Para quem não agüenta esperar pelo iPhone (ou não topa pagar um preço altíssimo), ótima opção.

R$ 1 300

http://www.htc.com

iPhone

Esqueça tudo o que você já viu. Graças à tela touchscreen (ele não tem botões) e à interface gráfica sensacional, o iPhone é o primeiro celular realmente fácil de usar. Sério. O telefone é tão bom, mas tão bom, que nos EUA foi apelidado de Jesus Phone (telefone de Jesus). Antes do lançamento, tinha gente acampada na porta das lojas da Apple para comprar o bicho. Tudo porque, além de ser um iPod, ele também navega na internet de um jeito nunca visto o Safari, navegador embutido no aparelho, é o primeiro que realmente consegue adaptar todos os sites da web para a telinha de um celular. Ah! o iPhone também tem câmera de 2 megapixels e capacidade de 8 GB.

Pró: Tudo.

Contra: Ainda não pode ser usado no Brasil (só se for desbloqueado com softwares disponíveis na internet, o que não é garantido).

Veredicto: O celular mais revolucionário de todos os tempos. E você sabe disso. Precisa falar mais?

R$ 3 mil (lançamento não oficial)

http://www.apple.com

Nokia N95 special edition

Não é nenhum iPhone, mas quase: uma supertela de 2,8 polegadas, 8 GB de memória e a melhor câmera do mercado além de tirar fotos de 5 megapixels, grava filminhos com excelente qualidade. Aliás, ele tem duas câmeras: a de trás, que serve para tirar fotos, e a da frente, que tem menor resolução, mas serve para você fazer uma videoconferência com a sua mãe. No toca-mp3 cabem até 1 600 músicas, ou seja, você não vai enjoar tão cedo. Roda jogos legais, como este aí da foto ao lado, navega na internet (embora não tão bem quanto o iPhone) e além de tudo é bonitão. E tem até GPS!

Pró: Duas câmeras (uma para fotografar e a outra pra fazer videoconferências); teclado especial para mp3, que só aparece na hora de ouvir música; fácil de mexer.

Contra: Funções multimídia às vezes engasgam; precisão do localizador GPS deixa a desejar.

Veredicto: Um aparelho fantástico, sonho de quem ama tecnologia e gosta de explorar todas as funções dos gadgets.

Nos EUA: US$ 600

http://www.nokia.com

O que levar em conta?

Usabilidade

Antes de comprar, teste na loja só assim você saberá se aquele celular, além de lindão, também é legal de usar.

Câmera

Foi-se o tempo em que os telefones eram ceguetas. Se você ama fotos, exija resolução de 2 megapixels ou mais.

Memória

Tendo entrada pra cartão de memória, melhor com R$ 100 você compra um ótimo, de 2 GB.

Internet

Os navegadores que vêm de fábrica geralmente são horríveis. Mas há salvação é só instalar o Opera Mini (veja a lista de aparelhos compatíveis em http://www.operamini.com/download/pc). Só tome cuidado: aqui, o tráfego de dados no celular custa bem caro.

Notebook – É Nóis!

Você já pode ter um

Laptop não é mais coisa de playboy

Texto Bruno Garattoni

O notebook é, claro, o grande sonho de consumo deste Natal. Tudo porque, finalmente, ele ficou acessível os melhores ainda são caros, mas já existem boas opções a partir de R$ 1 500. A seguir, confira os melhores laptops: nas categorias superluxo, ultraleve e, claro, basicão para quem vai realizar o sonho do notebook próprio.

Dell vostro 1700

Processador dual core, 2 GB de memória, tela e disco rígido gigantes. Parece um computador de mesa, né? Mas que nada… o Vostro é portátil, e ideal para quem gosta de malhar: como ele pesa 3,45 kg, logo, logo você vai ficar com os braços em forma. Brincadeiras à parte, é uma supermáquina bota no chinelo a maioria dos pcs.

Pró: Resolução da tela é incrível (1 920×1 200); boas placas de vídeo e som.

Contra: Um tijolaço; como é importado, a entrega demora 25 dias úteis.

Veredicto: Quem disse que notebook precisa ser lento?

Configuração: Core 2 de 2,4 GHz, 2 GB de memória, disco de 320 GB, tela de 17”; Vista Home Premium; 3,45 kg.

R$ 9 200

http://www.dell.com.br

Macbook pro

Não é tão rápido quando o Dell 1700, e custa bem mais. Mas é mais leve e muito mais bonito: enquanto o outro é feito de plástico, o Mac é de alumínio. O quesito software, então, é covardia: além do sistema operacional OS X, bem superior ao Windows, vem com ótimos softwares multimídia.

Pró: Boa placa de vídeo; também aceita programas do Windows.

Contra: Preço superalto; disco rígido poderia ser maior.

Veredicto: Para quem quer trabalhar editando vídeos e músicas ou simplesmente impressionar os amigos.

Configuração: Core 2 de 2,3 GHz, 2 GB de memória, disco de 160 GB, tela de 17”; Mac OS X; 3,1 kg.

R$ 10 mil

http://www.apple.com.br

Sonhon de comsumo

Sony Vaio TZ198

Ignore o acabamento hiperluxuoso, feito à mão em fibra de carbono, e não dê bola para a leveza (1,2 kg). Também não ligue para a capacidade: 200 GB. A grande novidade é a tecnologia Solid State Disk o Windows e os programas ficam instalados num chip de memória, muito mais rápido que o disco rígido tradicional. Isso, sim, é revolucionário.

Pró: Tudo.

Contra: Preço altíssimo; cpu poderia ser um pouco mais forte.

Veredicto: A Ferrari dos notebooks; simplesmente incrível.

Configuração: Core 2 de 1,2 GHz; 2 GB de memória; Solid State Disk de 64 GB + disco tradicional de 200 GB; tela de 11,1”; Vista Business; 1,2 kg.

Nos EUA: US$ 4 mil

http://www.sony.com

Ultraportáteis

Positivo w98

Pequeno, branquinho e supercharmoso, o W98 parece um cruzamento entre Sony Vaio e Apple MacBook.

Pró: Bonito; boa configuração; ótima relação custo/benefício.

Contra: Teclado pequeno e com acentos fora de lugar; se você forçar o chip a dar 100% de potência, o micrinho vai superaquecer.

Veredicto: Um ótimo laptop. Só não tente rodar games.

Configuração: Core 2 de 1,7 GHz; 2 GB de memória; disco rígido de 120 GB; tela de 12,1”; Vista Home Premium; 1,9 kg.

R$ 3 500

http://www.positivoinformatica.com.br

Dell XPS M1330

Notebook compacto tem tela pequena e configuração meia-boca, certo? Errado: o XPS é nanico, mas tem força de gigante.

Pró: Cpu e disco rígido impressionantes; placas de som e vídeo bacanas (Audigy e GeForce de 128 MB).

Contra: Custa caro, bem caro…

Veredicto: Redefine o que é possível na categoria dos laptops ultracompactos.

Configuração: Core 2 Duo de 2,2 GHz; 4 GB de memória; disco rígido de 200 GB; tela de 13,3”; Vista Home Premium; 1,8 kg.

R$ 9 993

http://www.dell.com.br

Lenovo ThinkPad X61

Todo laptop está sujeito a quebrar. Mas com o ThinkPad é bem menos provável: feito de magnésio, o micrinho supostamente agüenta ser arremessado a 50 km/h. Só não tente, claro, fazer isso em casa.

Pró: Muito resistente; tem os melhores teclado e mouse.

Contra: O disco rígido modesto para os padrões atuais.

Veredicto: Rolls-Royce dos laptops ultraportáteis.

Configuração: Intel Core 2 de 2 GHz; 1 GB de memória; disco rígido de 80 GB; tela de 12”; 1,6 kg.

R$ 6 200

http://www.lenovo.com.br

Positivo Sim

Menino prodígio dos laptops baratos. Pela grana, você leva uma máquina suficiente para internet, e-mail, música e fotografia digital. Inclusão social é isso aí.

Pró: Bem barato mesmo.

Contra: Chip gasta bateria demais; pouca memória; disco rígido pequeno.

Veredicto: Pelo preço, não dá pra reclamar.

Configuração: Celeron de 1,73 GHz; 256 MB de memória; disco rígido de 60 GB; tela de 14,1”; Linux; 2,4 kg.

R$ 1 500

http://www.positivoinformatica.com.br

Dell vostro 1000

Os laptops baratos geralmente têm um problema: o sistema Linux, que pode complicar o uso da máquina. Mas o Vostro não vem com Windows completo e até tela do tipo widescreen.

Pró: Sólido; ótima relação custo/benefício, pois inclui Windows XP.

Contra: Pesado; bateria dura pouco.

Veredicto: Modesto, mas dá conta do recado.

Configuração: Chip Sempron de 1,8 GHz; 512 MB de memória; disco de 80 GB; tela de 15,4”; Windows XP Home Edition; 2,84 kg.

R$ 1 700

http://www.dell.com.br

HP Pavillion DV2250

Custa bem mais do que os ultrabásicos, mas vale: o chip possante, a memória, o disco, o visual e as demais características se destacam. Se você quer um laptop bacana e pode pagar…

Pró: Muito confiável; ótimo teclado; webcam embutida.

Contra: Relativamente pesado; podia custar menos.

Veredicto: Não é tão barato, mas vale a pena.

Configuração: Chip Core 2 de 1,86 GHz; 1 GB de memória; disco de 120 GB; tela de 14,1”; Vista Home Premium; 2,5 kg.

R$ 3 800

http://www.hp.com.br

O que levar em conta?

Tamanho, peso, bateria

Vai levar o notebook na mochila? Escolha um com tela pequena, em torno de 2 kg. Os modelos topo de linha, com tela de 17”, chegam a pesar 3,5 kg ~ e gastam muita bateria, mal agüentam duas horas longe da tomada.

Chip: Intel ou AMD?

Em geral os chips Pentium M e Core 2 (dual core), da Intel, gastam menos energia ~ economizam a bateria do notebook. Mas, se você só vai usar o laptop conectado à tomada, pode pegar um chip AMD ~ é mais barato.

Memória

Num notebook, a memória ram é crucial: se puder pagar, prefira um modelo com ao menos 1 GB. Sabe por quê? Se a memória não comportar os programas que estão abertos, o Windows vai recorrer ao disco rígido ~ que detona a bateria.

Sistema operacional

Para laptops, o melhor é o Windows XP, mas o Vista está se tornando inevitável. Entre os modelos mais baratos, o Linux é regra; comprando um deles, vale apagar o Linux de fábrica e instalar o Ubuntu (www.ubuntu.com), bem melhor.

MP3 – Indispensável

O novo Bombril

O iPod virou sinônimo de som portátil

Texto Fernando Badô

Algumas marcas fazem tanto sucesso que seus nomes viram sinônimo de determinado produto ~ como durex, gilete ou bombril. Com o iPod, é a mesma coisa: revolucionário e absoluto, o aparelhinho da Apple virou sinônimo de toca-mp3. Ele não tem 1 001 utilidades, mas quase.

iPod Touch

Pró: Muito bonito; tela enorme e sensível ao toque, como a do iPhone; entra na internet, via wi-fi, para você navegar e baixar músicas.

Contra: O serviço de download de música não funciona no Brasil; capacidade (8 a 16 GB) poderia ser maior.

Veredicto: Melhor iPod de todos os tempos, só falta falar; mas, se falasse, seria um iPhone.

Nos EUA: US$ 300 a 400

http://www.apple.com/br/ipodtouch

iPod Classic

Pró: O irmão mais velho da família agora vem com 160 GB ~ cabem mais de 200 filmes, ou 30 mil músicas; uma ignorância.

Contra: Como tem disco rígido embutido, não pode ser usado para praticar esportes.

Veredicto: Para os fanáticos por música, que não abrem mão de ter todos os mp3 na mão.

R$ 1 600

http://www.apple.com/br/ ipodclassic

iPod Nano

Pró: Finíssimo; boa capacidade (4 a 8 GB); telinha de 2,5 polegadas é muito boa; roda vídeos.

Contra: Vídeos precisam ser convertidos, no computador, antes de rodar no iPod; não tem rádio FM.

Veredicto: A Apple acertou ao remodelar o design e fez um tocador muito bonito; a nova versão de um clássico.

R$ 860

http://www.apple.com/br/ipodnano

iPod Shuffle

Pró: Bem pequeno mesmo; 1 GB de memória (cabem 200 músicas); design supercharmoso, disponível em várias cores.

Contra: Não tem telinha de cristal líquido, ou seja, fica bem difícil navegar pelas músicas.

Veredicto: Bem limitado; só é uma boa opção para quem pratica esportes.

R$ 370

http://www.apple.com/br/ ipodshuffle

O que levar em conta?

Memória

Determina quantas músicas dá para guardar. Uma música de 5 minutos tem em média 5 MB.

Armazenamento

Modelos com memória flash são mais baratos; os com disco rígido oferecem mais espaço de armazenamento.

Bateria

Os mp3 mais simples usam pilha comum. Os melhores, como o iPod, têm bateria recarregável.

Visor

Hoje, os iPods e demais toca-mp3 também exibem vídeos e fotos ~ então, quanto maior a tela, melhor.

GPS – Onde é Que é?

Fala, que eu te sigo

Não saia de casa sem eles

Texto Fernando Badô

GPS tinha que ser item de série de qualquer carro. Mesmo quem nasce e mora a vida toda em uma grande cidade corre o risco de se perder. O bom e velho guia de ruas até quebra um galho, mas nada comparado com os novos aparelhos – que ditam, curva a curva, o percurso. Melhor que isso, só se o carro andasse sozinho. Agora é que os homens não vão parar para pedir informação mesmo.

Multilaser Navigator 3.5

Escolha econômica para quem só trafega em São Paulo, no Rio ou em Belo Horizonte. A cobertura de mapas do aparelho abrange aproximadamente 2 500 km de vias, e inclui cerca de 26 mil pontos de interesse ~ como bares, restaurantes, lojas e hotéis.

Pró: Cabe no seu bolso, pois é muito mais barato que os concorrentes.

Contra: Na estrada, ele não vai ajudar muito.

Veredicto: Chega de se perder! tenha um GPS você também.

R$1 099

http://www.multilaser.com.br

Navegador Guia Quatro Rodas

É um poliglota que ensina o caminho em 4 idiomas. Tem 348 mil pontos de interesse ~ todos já publicados em revistas da Editora Abril –, 1 GB para armazenar arquivos, slide show de fotos e mp3 player.

Pró: A função demo, que demonstra, antes de o usuário iniciar o percurso, cada manobra a ser feita.

Contra: Para atualizar é preciso comprar um cd (R$ 9,90).

Veredicto: Além de mostrar aonde ir, também diz o que dá para fazer lá.

R$ 1 599

http://www.navegadorguia quatrorodas.com.br

GPS Airis T920

A abrangência é brutal: mais de 1 000 cidades brasileiras. A interface gráfica também: o Airis é muito fácil de mexer. De quebra , tem integrados mapas interestaduais (para você detonar nas viagens).

Pró: Além de mostrar os caminhos, também serve como mp3 player.

Contra: O mapa integrado se atrapalha um pouco com avenidas que tenham o mesmo nome em diferentes cidades ~ tipo “7 de Setembro”, ou “Ayrton Senna”. Mas basta um clique pra resolver isso.

Veredicto: É caro, mas é ótimo.

R$ 1 799

http://www.airis.com.br

HP iPaq 300 Travel Companion

É um GPS com alma de palmtop: além de mostrar o caminho, tem tela touchscreen de 4,6 polegadas (maior até que a do iPhone), mp3, fotos, vídeos, jogos, microfone embutido, sincronização de contatos com o Outlook e entrada pra cartão de memória.

Pró: Como tem conexão Bluetooth pode ser usado como viva-voz para o celular.

Contra: Se tivesse conexão wi-fi, seria perfeito; Mas não tem… ;-(

Veredicto: O mais perto de transformar o seu carro num escritório móvel.

Nos EUA: US$ 499

http://www.hp.com

O que levar em conta?

Orientação

O bom motorista se concentra. Então, antes de indicar onde virar, o GPS tem de avisar também a distância.

Tela

Caso você precise mesmo olhar para ela (os GPS têm instruções de voz), é melhor que seja grande ~ o suficiente para olhar de relance.

Cobertura

O GPS só é útil se conhecer as ruas da sua cidade. Antes de comprar, veja a abrangência do bichinho.

Recepção

Quanto maior for a sensibilidade ao sinal GPS, que é enviado por satélites, melhor; mas isso só dá pra testar na prática.

Acessórios

Veja se o kit inclui suporte para painel do automóvel e adaptador para acendedor de cigarros.

Desktop e Acessórios – Velozes e Furiosos

Supercomputadores de mesa

Os desktops reagem, com artilharia pesada, ao avanço dos notebooks

Texto Fernando Badô

Hoje em dia, todo mundo quer ter um laptop. Mas o pc de mesa ainda é, sem dúvida, soberano: mais rápido, tem tela maior, teclado mais confortável… sem falar, claro, na questão dos upgrades com um desktop, você (ou o técnico da esquina) pode trocar praticamente qualquer peça. Ou seja: a máquina fica atual, cheia de vida, por muito mais tempo.

Dell XPS 720 H2C

Além de ser bonito pra caramba, ele é hiperpossante: perfeito para os fãs de games ou então para quem vai trabalhar com programas pesadões, tipo Photoshop. É realmente incrível tem 2 mil GB de disco rígido! Áudio de primeira, com 7 canais de som. Inclui Windows Vista, mas em inglês; com versão em português, custa R$ 200 a mais.

Pró: O processador, um sensacional quad core (quatro-em-um) de 2,93 GHz; tem duas placas de vídeo: as incríveis GeForce, de 768 MB cada uma. Ou seja, encara qualquer parada.

Contra: Carésimo e o preço não inclui monitor, vendido à parte.

Veredicto: O computador mais potente do Brasil; com certeza, vai se manter respeitável por anos e anos.

Configuração: Chip Intel Core Quad de 2,9 GHz, 4 GB de memória; disco de 2 TB; Vista Home Premium.

R$ 14 180

http://www.dell.com.br

Kennex Quattro

Processador muito forte: o Intel Core Quad, de 2,4 GHz e 4 núcleos, ideal pra rodar zilhões de coisas ao mesmo tempo; bem bonito; tem leitor de cartões de memória.

Pró: Bem mais acessível do que os outros micros top de linha.

Contra: A placa de vídeo é onboard, o que compromete o desempenho com games.

Veredicto: Um lobo em pele de cordeiro. O preço é tão mais em conta que vale comprar aí, você turbina o bicho com uma placa de vídeo.

Configuração: Chip Intel Core Quad de 2,4 GHz; 2 GB de memória; disco de 250 GB; monitor de 17 polegadas; Vista Home Premium.

R$ 4 mil

http://www.kennex.com.br

Amazon pc-1

Está com a grana curta? O PC-1 pode ser a sua porta de entrada no mundo da internet (e também é uma ótima 2ª máquina, para presentear sua mãe ou sua irmã). Vem com monitor convencional de 15 polegadas, sistema operacional Linux Fênix e pacote OpenOffice.

Pró: O preço, muito baixo.

Contra: O desempenho do processador: parece um carro popular subindo ladeira.

Veredicto: Linux Fênix, nacional, dá um certo trabalho; mas a economia compensa.

Configuração: Processador Via C3 de 1,4 Ghz; 256 MB de memória; disco de 80 GB; monitor de 15”; sistema Linux.

R$ 800

http://www.amazonpc.com.br

Imac

Além de ser a Miss Universo dos desktops, dá um show de potência e recursos: dentro do conceito “tudo em um”, traz, entre outras coisas, sistema de som com amplificador digital de 24 watts, rede sem fio (wi-fi), webcam embutida, conectores na parte de trás (fica ainda mais bonito) e o excelente pacote de programas iLife. Sem contar o sistema operacional Mac OS, mais seguro e mais fácil do que o Windows.

Pró: A tela widescreen de 20“, que certamente vai impressionar as visitas; também aceita a instalação do Windows.

Contra: Tela é do tipo glossy, altamente suscetível a reflexos (você vai querer fechar a cortina da sala).

Veredicto: Os adeptos do Mac são tão fanáticos quanto os torcedores do Corinthians. Mas, com o preço ok, todo mundo vai querer se juntar a eles.

Configuração: Chip Intel Core 2 de 2,4 GHz; 1 GB de memória; disco de 250 GB; tela de 20“; Mac OS X.

Continua após a publicidade

R$ 5 mil

http://www.apple.com.br

HP Deskjet F4180

Tem impressora e escâner, com velocidade e boa resolução. E é bem estilosa.

Pró: Resistente; rápida; recurso Web Inteligente, pra imprimir sites da internet como eles aparecem na tela.

Contra: Como oferece função de imprimir fotos, peca pela falta de um visor LCD e entrada para cartões de memória.

Veredicto: O preço é bom e faz valer o investimento.

R$ 350

http://www.hp.com.br

Samsung 2232BW

Com tela de 22“ e acabamento caprichado, é um prazer: pra jogar, ver dvds e até trabalhar dá muito mais espaço para as janelas do Windows (mais que o dobro de um monitor comum, de 15”).

Pró: Já tem entrada do tipo DVI, para os micros mais modernos.

Contra: Não cabe em qualquer mesinha.

Veredicto: Agora ver filmes sentado na frente do pc não é mais um sofrimento é um prazer.

R$ 1 300

http://www.samsung.com.br

Teclado logitech edge

Dois centímetros de espessura. Como tem tecnologia Bluetooth, permite conectar o micro ao celular.

Pró: O sistema Touchdisc, que substitui algumas funções do mouse; design espetacular.

Contra: Você precisa se lembrar de desligar após o uso (senão a bateria recarregável já era); não tem tecla de cê-cedilha.

Veredicto: Caro, mas muito desejável; o parceiro ideal para um pc topo de linha.

R$ 969

http://www.logitech.com

Caixas de som Bose Companion 3

Uma qualidade jamais vista nas caixinhas para pc. Design muito bonito.

Pró: O controle de volume Control Pod, que é um sensor; qualidade de som animal.

Contra: Manual não ensina a posicionar as caixas corretamente (nas quinas da mesa, viradas para dentro); preço obsceno.

Veredicto: Quer aposentar o seu aparelho de som e substituí-lo de vez pelo computador? Agora dá.

R$ 1 850

http://www.disac.com.br

O que levar em conta?

Potência

Se o seu lance é apenas acessar a internet, ouvir música e escrever, até o pc mais vagabundo dá conta.

Sistema

Não aceite Windows Starter: ele só permite abrir 3 janelas ao mesmo tempo (nesse caso, o Linux é boa opção).

Chip

O cérebro do pc; se puder pagar, faça questão de um processador dual core (dois-em-um), bem mais rápido.

Memória RAM

512 MB de ram ainda quebram o galho, mas o ideal é ter, ao menos, 1 GB na sua máquina. Só em último caso opte por 256 MB.

Capacidade

O ideal é que o disco rígido tenha 120 GB ou mais, pois hoje em dia os arquivos são gigantes.

Foto – Bem na Fita

Olho vivo

Fotos ruins? Coisa do passado

Texto Bruno Garattoni

Antigamente, o mais importante numa câmera digital era a resolução. Mas agora que todas as máquinas já têm megapixels de sobra isso acabou. Hoje, o negócio é criar câmeras que realmente ajudem a fotografar: com zoom ultrapotente, capaz de alcançar lá longe, e estabilizador de imagem (que praticamente acaba com as malditas fotos tremidas).

Kodak V610

Graças a um revolucionário sistema de duas lentes, a Kodak conseguiu colocar zoom real (óptico) de 10x numa câmera superpequena. Espetacular.

Pró: Acabamento extremamente luxuoso; sensor de movimento adapta as imagens exibidas no LCD à posição, vertical ou horizontal, da câmera (fica mais fácil de mostrar as fotos aos seus amigos).

Contra: O estabilizador de imagem não é infalível, poderia ser melhor; a V610 custa o triplo do preço de uma máquina básica.

Veredicto: Já está no mercado há certo tempo, mas continua sendo a melhor câmera de bolso.

R$ 1 600

http://www.kodak.com.br

Sigma SD-14

Equipada com o sensor digital Foveon, que captura as cores como um filme fotográfico tradicional ~ em camadas. Traduzindo: fotos incríveis, sem igual.

Pró: A precisão das cores é de babar. Mesmo.

Contra: Muito cara; pesada; não chegou ao Brasil.

Veredicto: Um dia, quem sabe, todas as câmeras sejam assim.

Nos EUA: US$ 2 mil

http://www.sigma-sd14.com

Panasonic FZ18

Sabe aquele monte de regulagens especiais, que todas as câmeras têm, mas ninguém usa? Coisa do passado: a FZ18 é a primeira com o sistema Intelligent Auto ~ que analisa a cena fotografada e aí aciona o modo mais adequado (como “macro”, “noite”, “esportes” ou “retrato”).

Pró: Leve, estável, gostosa de usar; visor óptico acima da média; lente é incrível ~ 18x de zoom óptico; sensor digital captura alto nível de detalhes.

Contra: Menus de configuração são feios; tampinha do flash tem de ser aberta manualmente antes das fotos; LCD poderia ser melhor.

Veredicto: A melhor câmera amadora topo de linha; não é perfeita, mas quase.

R$ 2 mil

http://www.panasonic.com.br

O que levar em conta

Resolução

Uma câmera de 6 megapixels pode tirar fotos melhores que outra de 10. Ou seja: não é primordial.

Zoom

Exija zoom óptico ~ o mínimo é 3x, mas as boas câmeras vão muito além. Ignore o zoom digital (estraga a imagem).

Estabilizador

Para evitar fotos borradas, a câmera deve ter estabilização de imagem (de preferência, do tipo óptico).

LCD e visor

Algumas câmeras oferecem LCD móvel, que gira. É bobagem. Já o visor óptico não é, não: realmente ajuda sob o sol.

Bateria

Se você puder, vale comprar uma bateria adicional (pois hoje em dia as câmeras não aceitam pilhas).

Vídeo – Cinemão

Quero ser Steven Spielberg

O seu churrasco vai virar um blockbuster

Texto Bruno Garattoni

Na hora de gravar aqueles momentos inesquecíveis, como a festa de Natal, nada melhor do que as novas filmadoras de alta definição (high definition, ou HD). Elas gravam com resolução de até 1 080 linhas, ou seja, mais que o dobro das câmeras comuns. É uma superqualidade: com uma imagem tão boa, você vai virar o George Lucas do seu bairro.

Samsung HMX10A

É difícil acreditar que uma câmera tão pequena seja capaz de filmar em alta definição. O segredo? É que ela grava tudo em cartões de memória.

Pró: Como não usa fita, dvd, nem disco rígido, é superleve.

Contra: Exige cartões de 4 GB, bem caros (R$ 250); filma em 720 linhas, não 1 080.

Veredicto: Alta resolução que cabe no bolso.

R$ 2 500

http://www.samsung.com.br

Sony HdR-SR5

Alta definição (1 080 linhas) e alta capacidade: tem embutido um disco rígido de 40 GB, onde cabem até 5 horas de vídeo com máxima qualidade.

Pró: 10x de zoom óptico; se conectada ao computador, transfere o vídeo de alta definição para dvds comuns.

Contra: Disco rígido gasta muita energia; fundamental comprar uma bateria extra.

Veredicto: A melhor filmadora de alta definição à venda no Brasil.

R$ 4 500 http://www.sonystyle.com.br

Sony DCR-HC28

Não pode pagar por uma filmadora HD? Esta aqui tem menos resolução, 480 linhas, mas grava superbem ~ e em fitinhas do tipo MiniDV, fáceis de encontrar.

Pró: Zoom óptico de 20x; boa relação custo/benefício.

Contra: Exige que o computador tenha entrada do tipo FireWire.

Veredicto: Há câmeras melhores, mas não por este preço.

R$ 1 000

http://www.sonystyle.com.br

O que levar em conta?

Resolução

Mesmo que a sua TV ainda seja do tipo convencional, é melhor escolher uma filmadora de alta definição.

Fita, DVD ou disco?

Tanto faz. Mas, se você pretende editar os vídeos no pc, evite as filmadoras que gravam em dvd.

E o computador?

Precisa ser rápido e ter muito espaço no disco rígido (cada hora de gravação ocupa até 13 GB).

USB ou firewire?

Hoje em dia, a maioria das filmadoras adota o padrão USB 2.0 (que todo pc tem). Mas algumas exigem FireWire.

Televisão – Horas no Sofá

Está na hora da TV digital

Arrume a sala, que a telona está chegando

Texto Maurício Moraes

Já passou da hora de você aposentar o seu televisor mesozóico. Além de ser fininha e estar cada vez mais acessível (a partir de R$ 2 mil), a TV digital é uma realidade: em São Paulo, as emissoras já estão transmitindo no novo formato, e com alta definição de imagem. Vamos lá… liberte o Homer Simpson que existe dentro de você!

LG TIME MACHINE 2 (LCD)

A pizza chegou bem no meio da novela, do futebol ou daquele filmaço? Você dá uma pausa no controle remoto, vai pegar a redonda e, quando voltar, continua a assistir do ponto em que parou! É que, graças a um disco rígido de 80 GB, a Time Machine consegue pausar a programação ao vivo ~ e também funciona como se fosse um videocassete, com capacidade para 33 horas.

Pró: É compatível com pendrive e lê arquivos no formato DivX (como aqueles filmes e séries que você baixou da internet).

Contra: Exibe no máximo 768 linhas. Poderia vir com um leitor de dvd embutido.

Veredicto: Quer uma TV superinteligente na sua sala? Então, toma!

R$ 5 499 (42 polegadas) e R$ 3 799 (32 polegadas)

http://www.lge.com.br

NY BRAVIA KLV-40S300A (LCD)

O design é tudo para você? Que tal uma TV “descolada”, que dê um toque de decoração à sua sala? Além das cores tradicionais, a televisão de cristal líquido da Sony também está disponível com moldura vermelha ou branca (na versão de 40 polegadas) e rosa ou azul claro (32 polegadas).

Pró: Conta com todo tipo de entrada possível e imaginável (dá até para ligar o seu computador).

Contra: Alto-falantes simulam som surround, mas o efeito é meio fajuto. Tela tem “apenas” 768 linhas de resolução.

Veredicto: Uma boa TV, com visual muito bonito.

R$ 4 999 (40 polegadas) e R$ 3 799 (32 polegadas)

http://www.sonystyle.com.br

PHILIPS 32PFL5332 (LCD)

O modelo basicão da Philips custa R$ 3 mil, ou seja ~ parcelando, já dá para realizar o fetiche de comprar uma TV digital. Com 32 polegadas, é ideal para quem tem sala pequena. Toda a família vai curtir, até a sua esposa: como mede apenas 11,6 cm de espessura, o aparelho ocupa pouco espaço.

Pró: Tem o sistema PixelPlus hd, que aumenta artificialmente o nível de contraste e a qualidade da imagem; design sóbrio fica bem em qualquer sala.

Contra: Como o tamanho da tela não é lá muito grande, vai “sumir” em espaços amplos. 768 linhas.

Veredicto: Chegou o LCD “popular”.

R$ 2 999

http://www.philips.com.br

NY XEL-1

Pode chamá-la de “TV vaga-lume”: usa a tecnologia OLED (Organic Light-Emitting Diode, ou “diodo orgânico de emissão de luz”), uma fina camada de material orgânico que gera as imagens. Tem apenas 3 mm de espessura.

Pró: Tem mais contraste do que qualquer tela de LCD ou plasma.

Contra: Tela muito pequena, de apenas 11 polegadas; dura bem menos do que uma plasma ou LCD.

Veredicto: A tecnologia OLED vai mudar o mundo; mas, por enquanto, é só um brinquedinho para os ricos.

No Japão: 200 mil ienes (R$ 3 100)

wwww.sony.jp

PANANIC VIERA TH-103PF9UK

Quer uma TV grande? Bem grande? Que tal 103 polegadas? A tela de plasma da Panasonic é simplesmente gigante ~ maior do que muitos cinemas por aí. Mas colocá-la na sala não é bolinho: pesa “apenas” 342 kg. Mas, se você tem R$ 300 mil sobrando, isso não é problema, né?

Pró: Permite ver 4 programas diferentes ao mesmo tempo.

Contra: Como qualquer tela de plasma, pode ficar marcada; preço astronômico; gasta muita eletricidade.

Veredicto: Precisa dizer mais alguma coisa? Eu quero uma!

R$ 270 mil

http://www.panasonic.com.br

LG SUPER MULTI

Qual é o melhor dvd de alta definição? HD-DVD ou Blu-ray? Os dois formatos estão brigando, mas você não precisa esperar o vencedor: já existe um tocador “universal”, ou seja, que roda todos os tipos de disco.

Pró: Um grande avanço tecnológico.

Contra: Caríssimo; no Brasil, ainda há poucos filmes em alta definição; não roda arquivos DivX (aqueles filmes que todo mundo baixa da web).

Veredicto: Se você tem uma TV de alta definição e gosta de ver filmes, é um complemento indispensável.

R$ 4 999

http://www.lge.com.br

APPLE TV

Que tal acessar suas fotos, vídeos e músicas do computador ~ sem levantar do sofá? O Apple TV pega tudo via wi-fi (sem fio), e roda no seu home theater.

Pró: Compatível com pc e Mac; acessa o YouTube; interface gráfica dá um show.

Contra: Exige uma televisão com entrada do tipo HdMI (ou vídeo componente); vídeos no formato DivX têm de ser convertidos.

Veredicto: Pena que a loja virtual, que permite baixar filmes e séries, ainda não funcione no Brasil.

R$ 1 299

http://www.apple.com/br

PHILIPS DVP3142K

Está cansado de baixar filmes e ter que assistir na telinha do micro, sem conforto nenhum? Relaxe: este tocador é compatível com o formato DivX, ou seja, roda todos os vídeos da internet. Basta gravar os arquivos em cd, ou dvd, e mandar bala.

Pró: Bem baratinho; tem karaokê, ou seja, também é ótimo para seus amigos pagarem um mico.

Contra: Toca mp3, mas se atrapalha ao navegar pelos arquivos.

Veredicto: O dvd ideal para os fanáticos por downloads.

R$ 229

http://www.philips.com.br

PANANIC DMR-EH55PL-S

Ficou impossível perder o seu programa preferido. O Panasonic tem 360 horas de vídeo –caberia a obra completa dos Simpsons. Também tem um gravador de dvd embutido.

Pró: Permite pausar a programação ao vivo. Tem entrada pra cartão de memória e lê fotos em jpg e tiff. Toca DivX.

Contra: Não reproduz nenhum dos formatos de dvd de alta definição.

Veredicto: Quem não vive sem TV não pode viver sem ele.

R$ 1 499

http://www.panasonic.com.br

O que levar em conta?

TV DIGITAL

A transmissão acaba de estrear em São Paulo, mas ainda não há TVs compatíveis. Não se preocupe: é só comprar um conversor (R$ 700), que serve em qualquer TV.

PLASMA OU LCD?

As telas de plasma custam menos do que o LCD; mas, se você não tomar cuidado, podem ficar marcadas para sempre.

ALTA DEFINIÇÃO

Se você é fanático, exija uma TV Full HD (1 080 linhas). Para gente normal, 720 dão e sobram.

ESPAÇO

Não adianta colocar uma tela gigante numa sala pequena: a imagem vai ficar ruim, cheia de pontinhos visíveis a olho nu. Você quer ter em casa uma tela de 40 polegadas? Só se o seu sofá estiver a pelo menos 3 m da tevê.

Home Theater e Som – Incomode Seus Vizinhos

Som na caixa

Músicas e filmes “quebrando tudo”

Texto Maurício Moraes

Nos anos 80, o aparelho de som era o grande sonho de consumo high-tech. Mas aí surgiu o computador, os videogames modernos, o iPod… e o som ficou meio em segundo plano. Para reconquistar a sua atenção, os novos microsystems e home theaters pegam carona na onda do mp3: os melhores têm entrada USB e rodam todos os arquivos que você baixar da internet.

LG FA-162

Tem caixas de som diferentes, em que o woofer (alto-falante de graves) fica na lateral. Resultado? Qualidade de áudio impressionante, jamais vista num aparelho tão pequeno. O design, mais do que caprichado, também faz a diferença. Para completar, tem controles do tipo feather (para controlar o volume, basta deslizar o dedo pelo painel do aparelho). Coisa finíssima.

Pró: O conector USB frontal, que permite ligar pendrives e alguns modelos de toca-mp3.

Contra: O painel frontal é lindão, mas tende a ficar com marcas de dedos.

Veredicto: Quem disse que microsystem precisa ter som medíocre? Aumenta aí!

R$ 899

http://www.lge.com.br

PHILIPS FWM377

Tocar mp3, qualquer aparelho toca. Mas o FWM377 é diferente: é o primeiro que também grava mp3. Ou seja: você pode copiar cds, digitalizar suas fitas cassete e até gravar programas de rádio com apenas um clique (com direito a gravação agendada, via timer). Basta conectar um pendrive ao aparelho de som, e apertar o botão USB Rip All.

Pró: Recursos exclusivos; preço razoável.

Contra: Qualidade de som não é tão boa quanto a do LG. O design é meio brega. Para dizer a verdade, muito brega mesmo. Credo!

Veredicto: Não jogue fora suas fitas cassete… transforme em mp3.

R$ 899

http://www.philips.com.br

PHILIPS AMBIUND HTS-8100

O marido quer um home theater, mas a mulher não aceita aquele montão de caixas acústicas espalhadas pela sala? O HTS-8100 pode ser a solução: dentro desta peça retangular, que vai pendurada na parede, já está o home theater completo, inclusive com as caixas de som (exceto o subwoofer, que você pode esconder atrás do sofá). O aparelho tem um efeito especial que simula a presença de caixas acústicas traseiras (surround).

Pró: Muito bonito; roda filmes no formato DivX.

contra: Efeito surround “virtual” não é lá grande coisa.

Veredicto: Primeiro home theater que não estraga a decoração da sala.

R$ 3 599

http://www.philips.com.br

O que levar em conta?

Mp3

Quase todos os aparelhos tocam mp3, bom para festas: você pode gravar um cd com 100 músicas.

Potência

Não dê bola, pois não é sinônimo de qualidade de som. É fundamental ouvir os aparelhos na loja.

Conexão

Veja se tem entrada auxiliar (Aux), que é muito importante: permite conectar videogame e iPod.

Graves

Você gosta de um pancadão? Quem não gosta… E a regra é clara: quanto maiores os alto-falantes, melhor o som.

Inúteis – Tabajara

Seus problemas acabaram!

Isto aqui só não cura calvície. O resto…

Texto Bruno Garattoni

Doidos para bolar criações geniais, muitas vezes os fabricantes de gadgets acabam inventando coisas que são, pura e simplesmente, bizarras. E o mais engraçado é que, no meio de toda essa tranqueirada high-tech tem algumas coisas legais, que dá vontade de comprar. Nem que seja, pelo menos, pra cair na gargalhada.

Animal Scale

Você comeu demais e agora está se sentindo uma baleia? Ou então fez aquele regimaço militar, pra ficar como um pássaro? Com esta balança, não tem erro: em vez de quilos, ela mostra o animal que mais corresponde ao seu peso. Tudo zoado, claro; mas bem engraçado.

Na Europa: ¤ 35

http://www.angry-associates.com

Powerball

Agite esta bolinha com a mão e ela começa a girar… até que, no ponto máximo, chega a 15 mil rpm e fica pesando incríveis 20 kg. Vai encarar? Dizem que exercita o braço. Mas a verdadeira utilidade é outra: rir da cara dos seus amigos quando eles deixarem a bolota cair.

Nos EUA: US$ 30

http://www.powerballs.com

Scooterdesk

Ideal para encarar aquelas filas gigantes, como no aeroporto: leve sua Scooterdesk e você poderá ficar sentado, e trabalhando no seu notebook. Aí, quando a fila andar, é só dar um passinho a mesa tem rodinhas. Só o peso dela, 8 kg, é meio incômodo.

Preço sob consulta

http://www.utilia.be/collection/scooterdesk

EMS Muscle Mouse

Tá estressado, cansado, não agüenta mais trabalhar? Não mate o seu chefe! Este mouse vem com dois eletrodos para colocar nas costas aí, o bicho dá uns choquinhos que supostamente ajudam você a relaxar. Um verdadeiro “Ab Shaper” versão 2.0!

Nos EUA: US$ 50

http://www.raremonoshop.com/catalog

Lexon E8 Watch

É só chegar à praia usando relógio, e pronto mil malas ficam perguntando se você “tem horas”. Dê uma sacaneada com este relógio: sem números, ponteiros nem qualquer indicação, ele é praticamente ilegível (só você, que leu o manual, conseguirá entender).

Nos EUA: US$ 150

http://www.lexonusa.com

No Contact

Cansou de levar empurrões ou encoxadas no busão? Ponha ordem na casa com esta jaqueta: basta apertar um botão, na manga, e ela desfere um choque de 80 mil volts na pessoa que estiver se encostando em você. O choque, que não é letal, só pega na vítima: graças a uma forração isolante, de borracha, você fica numa boa e pode, sem risco, usar a jaqueta até na chuva. Ela é alimentada por uma bateria de 9 volts, fácil de encontrar em qualquer supermercado. Além de castigar pessoas sem-noção, também protege contra o ataque de pit bulls…

Nos EUA: US$ 945

http://www.no-contact.com

Futurologia – Piração

Os gadgets de 2017

Pode ir economizando uma grana…

Texto Bruno Garattoni

No mundo dos gadgets, tudo é passageiro: basta você comprar aquele produto superbacana, a coisa mais linda do mundo, e no dia seguinte já aparece um melhor ~ mais rápido, mais potente, mais barato, mais legal. Mas, se tudo muda tão rápido, imagine só as coisas daqui a 10 anos… Que produtos vão aparecer no SuperTech de 2017? Vamos sonhar um pouco.

Você vai acordar com um despertador hiperinteligente: ele avisa quando é o aniversário do seu chefe e é sincronizado com um relógio atômico, ou seja, nunca perde a hora (de quebra, toca todas as rádios da internet). Enquanto limpa os dentes, com uma escova que anda sozinha pela sua boca, você lê o jornal no espelho do banheiro, com vídeos e manchetes personalizados ~ e, claro, os recados que chegaram no celular.

Falando em celular, em 2017 ele será de graça. Todos os telefones terão WiMAX, ou seja, internet sem fio, em qualquer lugar, ilimitada e liberada. Aí, bastará rodar um programa como o Skype e falar à vontade, sem pagar nada (o custo da rede será subsidiado pelo governo, que vai cobrar um imposto sobre compras online).

O iPhone, que a essa altura já estará na 10a geração, terá uma capacidade absurda: chips holográficos de 1 000 GB (1 000 vezes a obra completa dos Beatles).E ele vai baixar as músicas sozinho, sem que você precise pedir. Pois, em 2017, não existirá download pirata: os mp3 serão grátis.

As bandas vão se sustentar vendendo, por R$ 1 cada música, seus hits no formato mp3 holofônico ~ que é impossível piratear e tem um som tão envolvente que, para evitar atropelamentos e outros acidentes, será proibido ouvir na rua.

Os computadores de mesa não existirão mais. Todo mundo terá um notebook, mas bem diferente dos atuais: a grande novidade será o Windows 2017, com alguns elementos de inteligência artificial. Ele adivinhará o que você está fazendo, e vai se adaptar a isso ~ se você estiver trabalhando, por exemplo, o Windows bloqueia automaticamente todas as janelinhas do MSN (exceto as mensagens do seu chefe, claro).

Depois do trampo, hora de relaxar com games. Os gráficos serão incríveis, fotorrealistas, mas o mais legal não é nem isso. O videogame vai medir, por meio de uma pulseirinha, os seus sinais vitais ~ e aí adaptar, de acordo com o seu estado de espírito, o nível de dificuldade do jogo. Que você vai curtir, lógico, numa TV de ultra-alta definição: a UHDTV, com 7 vezes mais resolução que as melhores de hoje em dia.

Parece um sonho tão distante, típico daquelas reportagens sem-noção sobre o futuro… Mas não é, não: todas essas tecnologias, sem exceção, já existem nos laboratórios de pesquisa. E várias delas já estarão no mercado bem antes de 2017… já no mês que vem, na semana que vem, ou quem sabe amanhã. Até lá!

Continua após a publicidade

Publicidade