Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Não jogue fora os livros da sua biblioteca

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h35 - Publicado em 31 Maio 1998, 22h00

É verdade que os dados do CD-ROM se apagam com o tempo?

É. As boas marcas duram cinqüenta anos e as muito ruins, cinco. “O CD-ROM contém 640 milhões de pontinhos onde o facho de laser que lê o disco se reflete ou não”, diz o engenheiro Antônio Luiz Rigo, do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), em São Paulo. Se refletir, o computador lê como um 1; se não, é 0. Esses pontos são protegidos por uma camada de plástico que, como todo material orgânico, se degrada com o ataque de microrganismos. Isso altera a reflexão e dificulta a leitura. Nosso ouvido não percebe as irregularidades em um CD de música. Mas, no CD-ROM, um único bit danificado numa posição importante do programa pode inutilizar o disco todo.

Publicidade