Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

O aparelho dentário que vibra

HyperByte usa micropulsos para estimular o alinhamento dos dentes – e promete resultados 50% mais rápidos que os modelos tradicionais.

Por Bruno Garattoni 16 mar 2021, 09h06
Dispositivo Byte para alinhamento dental.
Byte/Divulgação

O aparelho dentário Byte usa moldes de silicone transparente, feitos sob medida, que vão desentortando os dentes e devem ser usados 22 horas por dia – você só tira para comer e fazer a higiene bucal. É o mesmo princípio de funcionamento do Invisalign e de outros aparelhos “invisíveis” lançados no Brasil nos últimos anos. Mas o Byte, que por enquanto só é vendido nos EUA, tem uma diferença: vem com um gadget, chamado HyperByte, que deve ser usado cinco minutos por dia.

Esse dispositivo (que foi aprovado pela FDA) deve ser colocado na boca e mordido gentilmente. Ele emite microvibrações que relaxam a gengiva e estimulam os osteoblastos, as células que formam os ossos. Com isso, promete realinhar os dentes na metade do tempo: o processo completo supostamente leva três a quatro meses. Segundo o fabricante, as vibrações são indolores, e até ajudam a reduzir o desconforto gerado pelas moldeiras de silicone.

O tratamento custa US$ 1.895 e inclui as consultas com um ortodontista, os moldes de silicone, que vão sendo alterados e trocados ao longo dos meses, e o HyperByte. A empresa também oferece o tratamento Byte At-Night, indicado para desalinhamentos mais leves, em que as moldeiras só são usadas 10h por dia (em casa e à noite, enquanto a pessoa dorme). Ele inclui o gadget vibratório, e custa US$ 2.295.

Fontes (1) The effects of brief daily vibration on clear aligner orthodontic treatment. J Nervina e outros, 2018. High Frequency Acceleration Device Effect on Accelerated Aligner Exchange – A Pilot Study. T Shipley, 2018.

Continua após a publicidade
Publicidade