GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Os átomos mostram a cara no microscópio

Dá para enxergar um átomo?

Sim, mas não com os olhos, e sim com uma engenhoca muito especial, o microscópio de força atômica. Inventado em 1989, esse aparelho funciona da seguinte forma: uma espécie de agulha passa a uma pequena distância da superfície onde estão os átomos, mas sem tocá-los.

A agulha funciona como o pólo positivo de uma pilha e a superfície como o pólo negativo. Conforme ela vai se deslocando, um eletronzinho de cada átomo salta da superfície para a ponta da agulha. Um computador “anota” esses dados e faz um tipo de mapa (veja as fotos ao lado). Cada calombo que aparece no mapeamento é um átomo.

Existe também uma outra tecnologia, um pouco mais antiga, que faz um serviço semelhante, embora menos preciso: a varredura tunelante. Trata-se de uma agulha microscópica e supersensível que vai passando sobre a superfície analisada. Só que, neste caso, ela encosta – como se fosse uma agulha de toca-discos em cima de um LP. A agulha está presa a um braço flexível e sobe e desce à medida que percorre a superfície de um átomo. O computador gera um mapa parecido com o do microscópio de força atômica. Esses dois microscópios têm a precisão de meio ângströn, que é o tamanho de um átomo de hidrogênio, o menor que existe.