Clique e Assine por apenas 8,90/mês

Outra prova do Grande Atrator

Cientistas americanos traçaram mapa do céu que parece comprovar a existência de grande concentração de matéria a 135 milhões de anos-luz da Terra.

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h49 - Publicado em 31 mar 1990, 22h00

Cada vez mais os astrônomos aprendem algo novo sobre o Grande Atrator, a região do Cosmo no rumo do superaglomerado de Hidra-Centauro para onde a nossa galáxia e outras estão sendo arrastadas (SUPERINTERESSANTE número 9, ano 2). Agora, os cientistas americanos Alan Dressler e Sandra Faber, dois dos descobridores do Grande Atrator, traçaram um mapa que parece ser uma prova segura da existência de grande concentração de matéria, cuja massa equivale a dezenas de milhares de galáxias, a cerca de 135 milhões de anos-luz.

Como o Universo está em expansão, também as galáxias relativamente próximas da Via Láctea estão se afastando. Os astrônomos provaram que, na direção do Grande Atrator, aumenta a velocidade do afastamento. Do lado oposto, o passeio das galáxias parece freado por um forte puxão. “Isso mostra que a força gravitacional naquela direção é muito intensa”, deduz a astrofísica Sueli Viegas, da Universidade de São Paulo. Falta saber o que é e como/se formou o Grande Atrator.

Publicidade