GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Papel Digital: Solução ideal no Computador

Surge o papel digital, que fala a linguagem do computador, é semelhante ao disco ótico e pode armazenar bilhões de informações.

Os profetas tecnológicos que vislumbram o fim do papel quando o computador entrou em cena erraram feio. Não só a papelada circulante não foi substituída pelos sinais eletrônicos das telas, como a qualidade de impressão melhorou graças à Informática. Para estreitar ainda mais essa convivência curge um papel que fala a linguagem do computador – o papel digital. Saído dos laboratórios ingleses, sua espessura é inferior a 30 micrometros (30 milionésimos de metro).

O papel digital é feito de quatro camadas: a primeira, de poliéster, serve como suporte; a segunda é de metal, a terceira é feita de um polímero e a última é uma camada transparente de proteção. A informação é gravada por um raio laser infravermelho na terceira camada e lida por outro laser mais fraco. O processo é semelhante ao disco ótico, com a vantagem de o papel ser mais flexível. Uma bobina de papel digital com 30 centímetros de diâmetro e 35 centímetros de largura é capaz de armazenar informações contidas em 1 bilhão de folhas datilografadas. A única limitação do papel é o tempo do acesso à informação: 30 segundos, mil vezes mais lento que um disco ótico.