Clique e assine com até 75% de desconto

Templo fora do prumo

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h46 - Publicado em 22 jul 2009, 22h00

Desentortar a Catedral do México – é o que engenheiros mexicanos e franceses estão tentando. Erguida em 1573 com pedras de monumentos astecas, a catedral está torta, como mostra a imagem traçada pelo inclinômetro (abaixo). Este aparelho analisa a inclinação das estruturas, registrando diferenças de até 1 milímetro nas paredes de um edifício. No templo mexicano, as paredes chegam a cair 2 metros para o lado, por causa do terreno fofo, sobre o qual está boa parte da Cidade do México. O solo está cedendo cada vez mais ao peso da edificação. Os engenheiros vão injetar argila onde o terreno está afundando, na tentativa de colocar a catedral no prumo. Se não der certo, ela estará condenada em dez ou, no máximo, vinte anos.

Publicidade