GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Um dia, o Sistema Solar vai ter dois sóis

O território do Sol vai ser invadido. O alienígena é uma estrela vinda de muito longe. Mas não será tão cedo. O astro, batizado de GL 710, vai cruzar as fronteiras do nosso cantinho do Universo daqui a 1,4 milhão de anos. Ele é uma vez e meia maior que o Sol e encontra-se, hoje, a 63 anos-luz da Terra. Quando mergulhar no Sistema Solar vai cruzar a Nuvem de Oort – um depósito de pedras geladas que sobraram da formação dos planetas, há 4,6 bilhões de anos. Nessa hora, jogará milhões de cometas em direção ao Sol. Isso tudo é previsão de uma equipe da Nasa, liderada por Joan García-Sánchez, que combinou observações feitas pelo satélite europeu Hiparcos com as de outros telescópios. Os astrônomos detectaram quais as estrelas que mais vão se aproximar de nós nos próximos 10 milhões de anos e descobriram a invasora. “Nenhuma delas perturbará a órbita terrestre ou de qualquer outro planeta porque vão ficar muito distantes”, disse García-Sánchez à SUPER. “Nem a GL 710. A menor distância a que ela vai chegar dos domínios planetários será de 1 ano-luz.”

Vai passar raspando

Veja como as estrelas podem tirar um fino do Sol. Uma delas vai até entrar no nosso quintal.

1. A Nuvem de Oort é um envelope de pedras geladas que sobraram da formação dos planetas. Ela fica a cerca de 2 anos-luz de distância da Terra. É de lá que vêm os cometas.

2. Daqui a 1,4 milhão de anos, a estrela GL 710 vai se aproximar e entrar no Sistema Solar.

3. A força de gravidade da GL 710 perturbará as pedras geladas da Nuvem de Oort, que cairão em direção ao Sol como cometas. Calcula-se que 2,4 milhões passarão pela Terra.

4. As órbitas dos planetas não deverão sentir o efeito do ataque. Na Terra, a GL 710 deverá aparecer apenas como mais um ponto brilhante no céu.

Ultrapassagens perigosas

Várias outras estrelas se aproximarão do Sistema Solar. Mas nenhuma vai mergulhar aqui.

A Estrela de Barnard está hoje a 5,9 anos-luz da Terra.

Daqui a 10 000 anos, estará a 3,8 anos-luz.

Lalande 21185 encontra-se a 8,2 anos-luz da Terra.

Em 20 000 anos, aparecerá a 4,8 anos-luz.

Alfa Centauri fica a 4,3 anos-luz.

Estará a 3,2 anos-luz daqui a 28 000 anos.

Sírius situa-se a 8,6 anos-luz.

Virá para 7,6 anos-luz em 66 000 anos.