Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Bruno Garattoni Por Bruno Garattoni Vencedor de 12 prêmios de Jornalismo. Editor da SUPER.

Twitter poderá censurar mensagens por país

Por Bruno Garattoni Atualizado em 21 dez 2016, 09h42 - Publicado em 27 jan 2012, 15h05


O Twitter está anunciando que, a partir de agora, possui a capacidade técnica de censurar tuítes por país – bloqueando uma ou mais mensagens apenas em determinado lugar. Segundo os donos do site, trata-se de uma boa notícia, pois é melhor fazer um bloqueio regional do que impor a medida aos usuários do mundo inteiro. O comunicado é um pouco vago sobre o que poderá ser deletado ou censurado, mas diz o seguinte:

“Com nosso crescimento internacional, vamos entrar em países que têm ideias diferentes sobre liberdade de expressão. Alguns desses países diferem tanto das nossas ideias que não poderemos existir neles. Outros são similares mas, por motivos históricos ou culturais, restringem certos tipos de conteúdo, como a França ou a Alemanha, que proibem conteúdo pró-nazismo.”

Tuites pró-nazismo são inadmissíveis em qualquer lugar do mundo, não apenas nessas nações. Logo, o exemplo não justifica o controle regional. E o resto é meio estranho. Se o Twitter diz que há países tão repressores que o serviço não poderá “existir neles”, por que criou uma ferramenta para remover conteúdo local? Ou o site deixa um país que considere repressor, ou utiliza a ferramenta para atender ao governo dele. São coisas mutuamente excludentes.

Publicidade