GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

O que acontece com o corpo de quem “não tem onde cair morto”?

A leitora Barbara Maidel, de Blumenau, quer saber: 

Se uma pessoa pobre e sem família morre e o cemitério público está lotado, o que fazem com o corpo dela?

Não se preocupe, Barbara: toda morbidez será respondida. 

Algumas das principais capitais do Brasil criaram estratégias para que essa lotação não aconteça.

Uma pessoa sem família, pobre e que não tenha ninguém além do estado para cuidar do seu pós-vida pode ser enterrada como indigente (é, aquilo que toda mãe diz que acontecerá se o filho não sair de casa com o documento de identidade).

Ela não descansa em paz nem imóvel: depois de três anos enterrada em cemitério público, o corpo é exumado e cremado.

Caso o defunto não tenha sido identificado em momento nenhum, um pedaço pode se salvar da cremação. Ele vai ser usado no futuro para identificação póstuma de DNA e sua moradia final deve ser um ossário público – a menos que, em algum momento do processo, alguém identifique e reivindique o corpo (ou o que sobrou dele).

Por isso, siga o conselho de sua mãe. Ande sempre com o RG na carteira. Vai que… 

Fonte: Prefeituras de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Belo Horizonte

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s