Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Oráculo Por aquele cara de Delfos Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail bruno.vaiano@abril.com.br.

Por que bocejamos quando vemos alguém bocejar?

Tente não bocejar agora. Não pense em bocejo! Nada de abrir a boca! Pronto, você já está bocejando…

Por Oráculo Atualizado em 13 ago 2019, 15h25 - Publicado em 15 out 2015, 19h41

Antes de responder sua pergunta, vamos responder outra questão: por que diabos bocejamos? Para isso temos uma resposta fácil – é uma forma de respirar fundo e injetar oxigênio no sangue, algo muito útil quando estamos com sono e a atividade cerebral diminui. Não funciona só para humanos: a maioria dos mamíferos boceja.

Agora voltemos ao seu questionamento original, que é: por que ver alguém bocejando, ou simplesmente ler sobre bocejo, é tão contagioso? Tente não bocejar agora. Não pense em bocejo! Nada de abrir a boca! Pronto, você já está bocejando…

Porque o cérebro tem uma área chamada córtex pré-motor, onde há um mecanismo maria-vai-com-as-outras: os neurônios-espelho. Só não imitamos tudo porque há áreas específicas que bloqueiam isso.

  • Mas, no caso do bocejo, outras regiões são acionadas: a amígdala, que produz emoções primitivas, como medo, e o hipotálamo, que comanda funções básicas.

    E elas não são controladas totalmente pela área racional do cérebro. “Se o hipotálamo é ativado, não dá para segurar: o bocejo sai”, diz Suzana Herculano-Houzel, neurocientista da UFRJ. Nem é preciso ver alguém, e não adiantar tentar interrompê-lo fechando a boca. Basta a menção à palavra “bocejo”. Deu vontade?

    Continua após a publicidade
    Publicidade