GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Cuidadora de Stephen Hawking é afastada da profissão após denúncias

Acusada de desonestidade e negligência, Patricia Dowdy foi condenada por órgão regulador britânico e não poderá mais atuar como enfermeira

Durante oito anos, ela foi uma das pessoas mais próximas de Stephen Hawking. Patricia Dowdy, 61, atuou como enfermeira do físico britânico em dois períodos, primeiro entre 1999 e 2004, depois de 2012 a 2016, quando foi suspensa da prática por alegações de desvio de conduta. Desde então, o caso tem sido investigado pelo Conselho de Enfermeiras e Parteiras (NMC), órgão que regula a atividade e seus profissionais no Reino Unido. Nesta terça-feira (12), saiu o veredicto.

Dowdy foi considerada culpada e destituída do direito de atuar na enfermagem. De acordo com Matthew McClelland, diretor do departamento que avalia se os profissionais estão aptos à prática ou não, ela “falhou em fornecer os padrões bons e profissionais de cuidado que nós esperamos e que o professor Hawking merecia”. Algumas das denúncias incluem desvios de conduta financeira, desonestidade, não fornecimento de cuidado apropriado, falha em cooperar com a NMC e falta de qualificações adequadas.

Hawking morreu em março do ano passado, aos 76 anos, após viver com Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) desde os 21, quando foi diagnosticado com a doença degenerativa, em 1963. Na época, os médicos deram-lhe dois anos de vida — mas contrariando todas as expectativas, Hawking resistiu. Um porta-voz da família declarou que eles têm total confiança no NMC e na investigação, e que sempre estiveram certos de que o órgão chegaria a uma conclusão independente, baseada nos fatos do caso.

Veja também

“A família está aliviada que essa provação traumática tenha sido concluída e que, como resultado do veredicto, outros não terão de passar pelo que eles sofreram com essa pessoa. Eles agradecem a NMC pela investigação minuciosa”, disse o representante. Nem Dowdy nem seu procurador compareceram às audiências, conduzidas a portas fechadas em Londres nas últimas seis semanas, para manter a confidencialidade das informações.

McClelland destaca a colaboração dos Hawking ao longo do processo. “Mantivemos contato próximo com a família durante todo o caso e sou grato a eles – conforme se aproxima o aniversário de morte do professor Hawking – e a outros por dividir suas preocupações conosco”, disse. “Meus pensamentos estão com a família neste momento difícil.”

Falando na data, ela será comemorada pelos britânicos com uma moeda especial de 50 pence (centavos de libra) em homenagem ao cosmólogo. O nome de Stephen Hawking aparece gravado em círculos concêntricos representando um buraco negro. Acima há uma de suas equações mais famosas: a que permite medir a entropia – isto é, o grau de desordem – no interior do buraco negro. Vale a pena conferir.