GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Luz

Michele Cristiane Magrini

Por que a luz, ao passar por uma pequena abertura, projeta um círculo na parede oposta, não importando a forma do furo?

O raio de luz, ao atravessar um orifício igual ou menor ao seu comprimento de onda, sofre um desvio em sua trajetória, conhecido como difração. O que caracteriza a difração é que cada raio ao atravessar um orifício toma uma direção arbitrária. Ou seja, não toma a forma do orifício. Por ser arbitrária é que a distribuição final dos vários raios de luz acaba sendo a mais simétrica possível, formando um circulo. Para se ter uma idéia da escala em que esse fenômeno ocorre, o comprimento de onda da luz verde, por exemplo, é de meio mírcon – 1 mícron equivale à décima milésima parte do centímetro. Apesar disso, orifícios maiores também provocam difração quando os raios passam próximo das suas bordas. Segundo o físico Mikya Muramatsu, da Universidade de São Paulo, quanto maior o furo, mais parecida a imagem projetada, pois maior será o número de raios de luz que atravessarão sem sofrer difração.