Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

O que é o Starship, foguete de Elon Musk que será lançado neste sábado, 18

O foguete mais poderoso já construído, que fará seu segundo voo teste neste sábado (17), tem 120 m de comprimento e poderia levar cem pessoas para Marte.

Por Luisa Costa
Atualizado em 17 nov 2023, 14h19 - Publicado em 20 abr 2023, 18h26

Em 20 de abril deste ano, a SpaceX, empresa do bilionário americano Elon Musk, lançou o Starship em um voo teste – e o foguete explodiu no céu quatro minutos depois. O lançamento aconteceu no Texas (EUA), às 10h33 (horário de Brasília), e o voo foi transmitido ao vivo pela empresa no Youtube. Não havia tripulação a bordo. 

Neste sábado, 18 de novembro, acontecerá um novo teste a partir do Texas, programado para 10h. O voo deste final de semana estava marcado originalemnte para esta sexta (17), mas foi adiado para que se concertasse o acionador de uma aleta de grade, uma peça imprescindível para estabilizar o foguete durante o pouso, já que ele é inteiramente reaproveitável (mais sobre isso adiante). 

Na tentativa de abril, a Starship até decolou, mas explodiu quando o estágio superior do foguete (a espaçonave) se separaria do estágio inferior (o sistema de lançamento). A SpaceX explicou, mais tarde, que alguns motores desligaram durante o voo e, por isso, acionou-se um sistema de destruição do foguete.

Apesar disso, a decolagem foi considerada um sucesso: a SpaceX parabenizou toda a equipe em sua conta do Twitter e afirmou que o teste ajudaria a melhorar a confiabilidade do Starship. “Os times continuarão revisando informações e trabalhando para o próximo voo teste.”

Mas, afinal, por que se fala tanto sobre o foguete de Elon Musk?

É que o Starship é considerado o foguete mais poderoso já construído. Ele tem 120 metros de comprimento – só a espaçonave tem 50 – e pode carregar 150 toneladas até a órbita baixa da Terra. Segundo a SpaceX, poderia levar mais de cem pessoas de uma só vez para Marte.

Carregar cem toneladas, por exemplo, é como transportar um Boeing 747 com a área de carga cheia. Isso torna o Starship mais poderoso do que o Saturno V, usado nas missões lunares Apollo, da Nasa, entre as décadas de 1960 e 1970, e seu sucesso moderno, o ​​Space Launch System (SLS). 

Veja só: o Starship tem 9 metros de diâmetro. Isso significa que ele poderia transportar o Telescópio Espacial James Webb para o espaço – sem que o pessoal da Nasa tivesse que planejá-lo de maneira que seu espelho, de 6 metros de diâmetro, fosse dobrável.

Continua após a publicidade

Além disso, o foguete foi planejado para ser reutilizável: seus principais elementos não serão descartados no oceano nem vão queimar como acontece em outros sistemas de lançamento. A ideia é que o foguete seja capaz de lançar a espaçonave e retornar ao solo para que possa ser reabastecido e decole novamente em um curto espaço de tempo – o que reduziria os custos de todo o processo.

O Starship será o foguete responsável por transportar astronautas até a Lua na missão Artemis 3, que deve levar pessoas à órbita lunar em 2025, pela primeira vez em mais de 50 anos – e na missão seguinte, Artemis 4, em que a tripulação botaria os pés no satélite. 

A SpaceX também pretende usar seu foguete para transportar satélites da Starlink, seu serviço de internet. Mas Elon Musk está mesmo de olho em Marte: toda propaganda sobre o foguete gira em torno da possibilidade de, um dia, levar pessoas para viver em colônias marcianas.

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.