Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Pequeno réptil pré-histórico parecido com crocodilo é descoberto no Brasil

O falso crocodilo viveu há 237 milhões de anos e foi encontrado por um paleontólogo amador no Rio Grande do Sul.

Por Eduardo Lima
Atualizado em 23 jun 2024, 12h51 - Publicado em 23 jun 2024, 10h00

Um novo predador pré-histórico foi descoberto no Brasil. O Parvosuchus aurelioi, um animal parecido com os crocodilos atuais, viveu no período médio-superior Triássico, e é o primeiro de um grupo de pequenos répteis conhecidos como Pseudosuchia (falsos crocodilos) a ser encontrado em terras brasileiras.

O espécime encontrado viveu 237 milhões de anos atrás, antes da ascensão dos dinossauros e dos pterossauros. Ele foi descrito eem um estudo publicado na revista Scientific Reports. Os falsos crocodilos eram comuns entre os répteis quadrúpedes da época, e já foram encontrados em áreas que hoje pertencem à China e à Argentina.

Os Pseudosuchia são da mesma linhagem evolutiva de onde surgiram os crocodilos que conhecemos hoje. O grupo dos arcossauros incluía eles e também as aves e seus antepassados evolutivos, os dinossauros.

Rodrigo Müller, paleontólogo da Universidade Federal de Santa Maria, encontrou uma nova espécie de falso crocodilo no município de Paraíso do Sul, no Rio Grande do Sul. O fóssil consiste em um crânio completo com a mandíbula inferior, 11 vértebras dorsais, uma pélvis e membros parcialmente preservados.

Mini-crocodilo

O nome da nova espécie, Parvosuchus aurelioi, é uma homenagem ao paleontólogo amador Pedro Lucas Porcela Aurélio, que descobriu o fóssil.

Continua após a publicidade

Parvus, em latim, significa pequeno, e suchus é a palavra para crocodilo. Faz sentido quando você pensa que o crânio encontrado no Rio Grande do Sul tinha 14,4 centímetros de comprimento, mais ou menos o tamanho de um celular. O esqueleto completo desse réptil pré-histórico é estimado em menos de um metro de comprimento.

Esses mini-crocodilos são conhecidos na paleontologia como gracilisuquídeos. Eles viviam entre os maiores predadores do período Triássico, como os Postosuchus, que chegavam a 4 metros de comprimento e até 300 quilos.

As mandíbulas desse falso crocodilo eram finas, com dentes pontudos que eram curvados para trás, e diversas aberturas no crânio. Essas presas eram usadas pelos predadores para caçar.

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.