GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Presente de mãe para filho

Insetos que correm risco de morte por predadores, durante a gestação, podem deixar descendentes muito mais prontos para se defender do que as crias de mães tranqüilas. Pesquisadores da Universidade da Califórnia, sob o comando do entomologista Anurag Agrawal, chegaram a essa conclusão ao dividir centenas de pulgas-d’água em dois grupos. Um deles foi exposto a ataques e o outro, não. Como resultado, os insetos da primeira turma geraram embriões armados de um grande capacete no pescoço, que evita mordidas pelas costas. As armaduras do segundo grupo eram bem menores. A conclusão é que a aflição materna estimula o organismo da prole a desenvolver defesas melhores. “Vê-se que os genes não são os únicos responsáveis pela maneira como os organismos se desenvolvem”, disse Agrawal à SUPER. “As condições ambientais também são importantes.”