Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Veja as primeiras fotos de Marte enviadas pelo rover Perseverance

Robô da Nasa pousou ontem (18) no planeta vermelho e já começou a fotografá-lo. Missão busca indícios de vida nas rochas do nosso vizinho.

Por Bruno Carbinatto Atualizado em 19 fev 2021, 18h19 - Publicado em 19 fev 2021, 18h16

Quase oito meses após seu lançamento, o rover Perseverance (“Perseverança”, em inglês) pousou ontem (18) na superfície de Marte. O robô, desenvolvido pela Nasa, explorará o planeta vermelho em busca de pistas sobre o passado do nosso vizinho cósmico – incluindo indícios de formas de vida microscópicas que podem ou não ter habitado aquelas planícies enferrujadas.

  •  

    Após um pouso transmitido ao vivo e acompanhado pelo mundo todo, o robô conseguiu finalmente iniciar sua jornada – que deve durar pelo menos um ano marciano (o equivalente a 687 dias terrestres). Para comemorar o sucesso, o robô enviou sua primeiríssima imagem à Terra:

    Primeira imagem (em preto e branco) do solo de Marte, enviada pelo Perseverance.

    “Olá, mundo. Meu primeiro registro na minha casa eterna”, escreveu a equipe responsável pela missão no Twitter. Uma segunda foto, feita por uma câmera posicionada atrás do robô, também foi liberada na rede social, com os dizeres “bem-vindos a cratera Jezero”:

    Continua após a publicidade
    Segunda imagem (em preto e branco) do solo de Marte, enviada pelo Perseverance.
    Nasa/Divulgação

    As duas primeiras imagens possuem baixa qualidade porque foram feitas por câmeras cujo objetivo principal é auxiliar na navegação e localização de obstáculos que possam atrapalhar o trajeto do robô. O objetivo delas não é registrar o local para fins científicos ou estéticos.

    Em breve, o robô começara a enviar imagens muito mais detalhadas, inclusive fotografias panorâmicas, de 360º – afinal, o Perseverance tem, ao todo, 19 câmeras acopladas ao seu “corpo”. Além disso, o robô conta com uma pequena estação meteorológica, um radar para investigar o subsolo e a chamada SuperCam, um instrumento de medição óptica a laser usado para analisar a composição química das amostras que forem coletadas.

    Hoje (19), a Nasa liberou mais alguns registros da missão. O primeiro não foi capturado pelo Perseverance, mas sim pelo jetpack (ao pé da letra, “mochila a jato”) que levou o veículo ao chão de Marte. Isso gerou uma fotografia em um ângulo e um momento nunca vistos em nenhuma outra missão. Você vê o robô de cima, com as seis rodas.

    Foto do Perseverance pousando em Marte.
    NASA/JPL-Caltech/Divulgação

    Em seguida, o robô enviou mais dois registros curiosos, incluindo a primeira imagem colorida e em alta resolução do planeta vermelho. Nela, é possível ver a extensão do local que o Perseverance explora, algumas rochas, partes do robô e sua sombra na superfície marciana. “Um horizonte aberto, com muito para explorar. Mal posso esperar para começar”, tweetou a equipe.

    Primeira imagem colorida do solo de Marte, tirada pela câmera do Perseverance.
    NASA/JPL-Caltech/Divulgação

    A mais nova atualização veio em um curioso close de uma das rodas do robô, cercada de misteriosas rochas de Marte. “Eu amo pedras. Vejam essas ao lado da minha roda. Elas são vulcânicos ou sedimentares? Que história eles contam? Mal posso esperar para descobrir”, brincou a equipe na rede social.

    Foto de uma das seis rodas do Perseverance.
    NASA/JPL-Caltech/Divulgação

    Estudar a composição das rochas de Marte de fato é uma das missões principais da Perseverance, já que elas podem esconder pistas sobre o passado do planeta – incluindo a possível presença de vida por lá. O local escolhido para o pouso, inclusive, é perfeito para isso. O robô explorará a cratera Jezero, que possui 45 quilômetros de diâmetro e está localizada no hemisfério norte de Marte. Há cerca de 3,5 bilhões de anos, o local era um grande lago, abastecido pelas águas de um rio.

    Continua após a publicidade
    Publicidade