Assine SUPER por R$2,00/semana
Imagem Blog

Contando Ninguém Acredita Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Blog
As notícias mais bizarras e surreais do mundo
Continua após publicidade

Fazendeiro combate desperdício de comida com 300 milhões de baratas

Por Lucas Massao
Atualizado em 4 jul 2018, 20h34 - Publicado em 8 Maio 2018, 16h35

O fazendeiro chinês Li Yanrong, de Zhangqiu, pensou em uma solução criativa: usar 300 milhões de baratas-americanas (Periplaneta americana) para se livrar de quase 15 toneladas de comida desperdiçada por dia nos restaurantes da região.

Segundo Li, que deixou a vida corporativa há três anos para se dedicar à criação dos bichos, “essas baratas não têm medo de nada mole, duro, azedo, doce, amargo ou picante”. O processo funciona da seguinte maneira: diariamente, os estabelecimentos depositam na fazenda de Li os restos de comida, que são moídos e servidos em um tubo para as baratas. Os insetos que morrem são recolhidos, triturados e fornecem uma dose adicional de proteína.

O problema de Li também é uma questão nacional. A China gera, segundo dados governamentais, 60 milhões de toneladas de restos de comida por ano, e a maioria é processada pela fermentação, um sistema caro e ineficiente que também polui o ambiente. De acordo com Li, os planos são expandir de 300 toneladas de baratas para 4 mil toneladas do inseto, assim, a capacidade de processamento iria para 200 toneladas diárias, o suficiente para lidar com os desperdícios de Zhangqiu e as cidades vizinhas.

A barata-americana, a típica barata encontrada em cidades brasileiras, tem cerca de 4 cm centímetros e um ciclo de vida de 700 dias. O inseto, curiosamente, tem sido usado com cada vez mais frequência na medicina chinesa em cremes e loções para tratar ferimentos e reconstruir danos em tecidos. A maior fábrica do mundo, em Xichang, cria 6 bilhões de baratas por ano para a indústria farmacêutica.

Continua após a publicidade

Com Vice

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.