Assine SUPER por R$2,00/semana
Imagem Blog

Oráculo

Por aquele cara de Delfos
Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail maria.costa@abril.com.br.
Continua após publicidade

Todos os povos do mundo desejam “bom dia”?

Todos os povos do mundo têm saudações – mas quase nenhuma é uma tradução literal de "bom dia".

Por Maria Clara Rossini
Atualizado em 25 fev 2021, 10h53 - Publicado em 27 dez 2019, 15h08

É difícil verificar cada língua existente no mundo, é claro. 

Ao que tudo indica, toda língua possui uma saudação equivalente ao “bom-dia”, mesmo que ela não signifique literalmente bom-dia. Um exemplo bobo: em inglês, não se diz good day (“bom-dia”) e sim good morning (“boa-manhã”).

Às vezes, há subdivisões temporais a mais ou a menos. Em francês e inglês, existe um “boa noite” para quem vai dormir e um “boa noite” para eventos noturnos.

Quanto maior a distância cultural, maior tende a ser a diferença. Em chinês, é comum perguntar se o interlocutor já comeu arroz hoje.

Continua após a publicidade

O Homo sapiens depende do auxílio de outros membros do bando para sobreviver; assim, é natural que todas as línguas ofereçam insumos básicos para a vida em sociedade – como pedidos de desculpas ou palavras para iniciar uma interação com alguém.

Pergunta de @pedroivoantunes, via Instagram.

Fonte: Antonio Suarez Abreu, professor titular da Unesp e pesquisador em linguagem.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.