Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Turma do Fundão Por Blog Grupo de leitores-colaboradores da ME que ajuda a revista sugerindo pautas e alimentando este blog cultural

Dica TdF: Annabelle

Por turma-do-fundao Atualizado em 4 jul 2018, 20h35 - Publicado em 22 out 2014, 09h51

Matheus

Divulgação

Divulgação

Está nos cinemas Annabelle, filme que conta a história da boneca possuída de “Invocação do Mal”, que foi uma das maiores surpresas de 2013 no cinema. O primeiro filme teve ótima arrecadação, o que tornou possível uma sequência baseada em dos personagens mais marcantes do longa: a sinistra Annabelle.

Em 1970, o casal Mia e John, que viviam na expectativa do nascimento da primeira filha, tinham uma vida completamente normal: frequentavam a igreja católica e moravam numa cidade pequena. Tudo isso muda com a chegada da maldita boneca. O suposto brinquedo foi presente de John,  que queria que a esposa completasse sua coleção de bonecas. Pouco tempo depois, os vizinhos são brutalmente assassinados por uma dupla que invadem a casa, e os supostos “bandidos” também invadem a residência do casal.

Em poucos minutos, a polícia chega. Mas já era tarde demais: além da gestante ter sido esfaqueada na barriga, a criminosa, Annabelle Higgins, se suicida abraçada a boneca.

A dupla de assassinos era adoradora do Diabo e tentavam invocar o mal levando a alma de alguém. Imediatamente, Mia pede para o marido jogar a boneca fora, mas não dura muito tempo… A boneca volta a assombrar a residência e tenta, de qualquer forma, conseguir uma alma para levar ao Diabo.

Continua após a publicidade

Divulgação

Divulgação

Assim como “Invocação do Mal”, o filme dá continuidade a uma sequência de sustos que tira o espectador da cadeira. Annabelle, apela para o zoom de forma rápida, susto de impacto, misturado com efeito sonoro, e viradas de tomadas que provocam fortes batimentos cardíacos. O diretor de fotografia, John R. Leonetti, acertou em cheio no clima nebuloso e sempre escuro, que torna tudo sinistro e eletrizante. Além disso, as atuações são bem convincentes e dão mais veracidade as cenas.

Divulgação

Divulgação

O desfecho do filme não foi o melhor. O roteirista, Gary Dauberman, não devia estar com a criatividade muito elevada para escrever o final. Outro ponto negativo, é que o casal Ed e Lorraine Warren não aparecerem durante a trama.

Ah, e antes de assistir o filme, lembre-se que a história da boneca é real. Atualmente ela encontra-se no museu do casal caça-fantasmas Warren, em Connecticut,  e é abençoada por um padre duas vezes por mês.

nota4

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da Super! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 12,90/mês