GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

10 filmes e séries que ganharam uma versão pornô

De "Game of Thrones" a "Pokémon", tem de tudo

Existe uma infinidade de motivações para fazer pornô. Só no site adulto XVideos são 2.000 tags temáticas para os mais diferentes tipos de filmes para maiores — entre eles, tem até o pornô em slow motion.

E isso dá muito dinheiro: acredita-se que a indústria pornográfica movimenta mais de 300 bilhões de reais anualmente — e corresponda a 30% dos acessos feitos na internet.

Para chegar nesses números, muitas empresas se utilizam de um artifício: as paródias pornô. As produtoras fazem filmes eróticos baseados em grandes hits culturais da época, sem pagar fortunas para os donos dos direitos autorais e nem ficando ilegais — a legislação americana afirma que sátiras não precisam de copyrights, e os filmes eróticos (com algumas piadinhas ruins) são enquadrados justamente nessa categoria. É quase dinheiro garantido.

As paródias abordam os mais diferentes tipos de produções, de cults a blockbusters, passando por séries e animações infantis. Aqui vão alguns exemplos.

Game of Bones

Paródia de Game of Thrones
Bone, em inglês, é a gíria para pênis ereto. Não precisava de um trocadilho melhor que esse. O filme foi feito pela Wood Rocket, uma produtora adulta especializada nessas paródias, e foi lançado em 2013, ano em que a terceira temporada de Game of Thrones foi ao ar. Não dá para dizer que a ideia não cumpriu o propósito: o trailer, sem cenas explícitas, conta com quase 1,5 milhão de visualizações no YouTube.

Edward Penis Hands

Paródia de Edward Scissorhands (Edward Mãos de Tesoura)
Não há muito o que explicar. No filme de Tim Burton, Edward tinha tesouras no lugar das mãos. Na paródia ele tem – como o título anuncia – pênis. Existem algumas cenas no YouTube e a coisa toda é assustadoramente mais bem-feita do que se espera com esse pôster. O filme até chegou a ganhar uma sequência.

Penetrator

Paródia de Terminator – O Exterminador do Futuro
Lá fora, a franquia de filmes com Schwarzenegger é chamada de Terminator. Se fôssemos traduzir o título com a mesma linha de raciocínio, o resultado seria algo como “O penetrador do Futuro”. No longa, o ciborgue volta no tempo não para matar a mãe do líder da rebelião contra as máquinas, mas para engravidá-la antes que o pai do herói apareça.

Bitanic

Paródia de Titanic
Bitanic é uma paródia pornô de Titanic, só que com personagens bissexuais. A coisa não vai muito além disso. O longa foi lançado em 1998, um ano depois do filme dirigido por James Cameron chegar aos cinemas. E, sim, termina com o navio afundando.

Strokémon

Paródia de Pokémon
Também da Wood Rocket, é um filme pornô com personagens de Pokémon. Lançado em 2015, o filme repercutiu na web, em geral, pelo visual horrível de alguns personagens (como a Pikachu).

Jurassic Porn

Paródia de Jurassic World (Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros)

É um pornô gay tailandês. Os efeitos são péssimos, e o longa conta com pessoas com fantasias absolutamente ridículas de dinossauros, correndo por parques.

Clockwork Orgy

Paródia de Clockwork Orange (Laranja Mecânica)
O filme foi lançado em 1995 (24 anos depois do longa que o inspirou). Na “Orgia Mecânica” o grupo de “droogies” é composto por mulheres – e o perturbado Alex virou Alexandra.

Whorrey Potter & The Sorcerer’s Balls

Paródia de Harry Potter and Sorcerer’s Stone (Harry Potter e a Pedra Filosofal)

A tradução seria algo como “Harry Puttar e as Bolas do Filósofo”. É um pornô gay. Mega mal-feito. Dá para achar uns trechos no YouTube também — a cena com a capa da invisibilidade, por exemplo, é ridícula.

TMNT Porn Parody: Ten Inch Mutant Ninja Turtles

Paródia de TMNT: Teen Mutant Ninja Turtles (As Tartarugas Ninja)
Outro filme da Wood Rocket. Em português, o título seria traduzido como “As Tartarugas Ninja de 25 cm”, e essa – obviamente – não é a altura dos bichos. O assustador é que, de fato, conseguiram erotizar alguns dos personagens menos sexy da cultura pop.

Naporneon Dynamite

Paródia de Napoleon Dynamite
Napoleon surgiu em 2004 e virou um hit entre a galera mais cult, ao mostrar o personagem título como um adolescente nerd mal ajustado. Seis anos depois, saiu a versão pornô do longa. No mínimo, inesperado.