GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Como salvar objetos molhados

O temporal afogou seu celular e encharcou a biblioteca? Tire da água quanto antes, seque e tenha paciência. Saiba como resgatá-los seguindo estes passos

Celulares e gadgets

1) Desmonte

 (Sattu/Superinteressante)

Tire o aparelho da água o mais rápido possível. Abra-o e retire peças removíveis. Não aqueça a bateria. Isso pode causar vazamento e explosões. Dúvidas para abrir o aparelho? O site Ifixit.com ajuda.

2) Seque

Seque o aparelho com lenço, papel-toalha ou guardanapo. Depois de enxuto, deixe-o mergulhado por dois dias em um pote de arroz cru, que ajuda a absorver a umidade.

3) Religue

Depois, veja se o visor do aparelho está embaçado. Caso contrário, talvez ele já esteja seco. Recoloque a bateria. Se não houver sinal de vida, repita todo o processo.

Artigos de couro

1) Lave

Encharcou a bolsa, o sapato ou até aquela jaqueta de estimação? Lave em água corrente. Se a peça estiver muito suja, passe sabão neutro. Em seguida seque o couro com pano ou toalha.

2) Hidrate

Passe creme hidratante para evitar o ressecamento do couro. Não torça o artigo para não estragar. Use pano seco para remover o excesso de umidade. Seque à sombra.

3) Evite

Não use secador ou ventilador nem coloque o couro para secar ao sol. No caso de artigos de camurça, depois de usar o creme hidratante penteie os fios da camurça com uma escova.

Papéis e livros

1) Aperte

Seja ágil. O bolor surge em livros molhados em menos de 48 horas. Com luvas plásticas ou de borracha, pressione levemente capa e contracapa para retirar o excesso de água.

2) Congele

Envolva os livros em fronha de pano (e não em saco plástico, que mantém a umidade). Guarde-os no congelador por uma semana. Com algodão, passe borracha branca ralada sobre as páginas sujas. Depois remova a sujeira com pincel.

3) Enxugue

No caso de documentos, diplomas ou fotografias, plastificados ou não, lave com esponja umedecida com detergente bactericida. Pressione o material entre folhas de papel-toalha até enxugá-lo totalmente.

 

Fontes: Carlos Rielli, perito em restauração; Marcos Jerônimo dos Santos, técnico de eletrônica e diretor do Clube dos Notebooks; Nokia Brasil; Paul Jean Etienne Jeszensky, engenheiro elétrico da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP); Pedro Malanski, restaurador e encadernador; e Positivo Informática.