GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

O logotipo da Coca-Cola nunca mudou

Isso é uma mentira que circula na Internet. Houve várias mudanças, embora não tão radicais quanto as da concorrência

Texto Giselle Hirata

Será que a Coca-Cola virou uma marca tão forte – a mais valiosa do mundo, estimada em US$ 68,5 bilhões – porque seu logotipo continua o mesmo desde a fundação da empresa? Nada a ver. Primeiro, porque o que garante esse valor todo é uma variedade de fatores, entre eles a liderança na venda de refrigerantes ao redor do planeta. Depois, porque é mentira que o logo jamais tenha mudado.

Esse mito, o da imutabilidade do logotipo, surgiu com um e-mail reproduzido em milhares de sites e blogs mundo afora. A mensagem eletrônica comparava a evolução dos logos da Pepsi e da Coca. O primeiro, criado em 1898, teria sofrido várias modificações até aqui. O segundo, por sua vez, permaneceria o mesmo desde que chegou ao mercado, em 1886. A partir dessa comparação, os autores do e-mail sugeriam que a marca Coca-Cola tornou-se tão conhecida graças ao logotipo, cristalizado na mente dos consumidores ao longo de mais de um século.

Acontece que a mensagem eletrônica era falsa! O logo da Coca, sim, passou por várias reformulações – embora sutis – no decorrer dos anos (veja as reproduções ao lado). Nas primeiras décadas do século 20, ele foi desenhado de diferentes formas para rótulos, anúncios impressos e embalagens. Nos anos 40, ganhou uma tipografia mais fina, mantida até hoje. Já nos anos 60, apareceu a ondinha que sublinha a marca. A partir da década de 1980, foram criadas mais algumas variações do logotipo, até que os designers da empresa chegassem à versão mais recente, apresentada ao mercado em 2009.


Uma lorota eletrônica

Compare o e-mail falso que disseminou o mito (à esq.) com a verdadeira evolução das logomarcas da Pepsi e da Coca

Reportagem fotográfica