Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Quero chorar, não tenho lágrimas

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h49 - Publicado em 31 jan 1999, 22h00

Por que o recém-nascido não solta nenhum líquido do olho quando chora?

Porque ele ainda não se adaptou ao ambiente fora do útero materno. Lá dentro, prescinde de proteção para os olhos, que não estão sujeitos à ação de bactérias. “Assim, quando nasce, o aparelho lacrimal está apenas parcialmente desenvolvido”, diz o pediatra Fernando Fernandes, da Universidade de Guarulhos, em São Paulo. O líquido serve para lavar as lentes oculares e tem anticorpos. Quando choramos, comprimimos a glândula que o produz, por isso ele escorre. A ausência do precioso desinfetante deixa os recém-nascidos vulneráveis a infecções até os 9 meses. Por essa rezão, Fernandes sugere pingar no olho do bebê um pouco de leite materno, também rico em anticorpos, ao primeiro sinal de conjuntivite.

Anatomia do berreiro seco

As glândulas lacrimais dos bebês não estão prontas.

É aqui que as lágrimas são produzidas. Nos recém-nascidos, esta glândula não está completamente formada.

Depois de lavar o olho, o líquido escorre para o nariz pelo duto naso-lacrimal. Ele também é muito estreito nos bebês.

Continua após a publicidade
Publicidade