GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Teste sua capacidade de enfrentar a Rio-92

Há vinte anos, quando a ONU realizou a primeira conferência mundial sobre meio ambiente, na Suécia, o assunto era pouco badalado.

Há vinte anos, quando a ONU realizou a primeira conferência mundial sobre meio ambiente, na Suécia, o assunto era pouco badalado. Os países ricos falaram em impor limites ao crescimento econômico e os pobres responderam lembrando que a pior poluição é a miséria. Nada se fez, nem para impor limites, menos ainda para acabar com a miséria. Em junho próximo reúne-se no Rio de Janeiro a segunda conferência desse tipo promovida pela ONU. De Estocolmo para cá muita coisa mudou – pode-se dizer que, hoje, a questão ambiental é uma das principais bandeiras políticas, sobretudo nos países desenvolvidos. 

Logo mais estarão chegando ao Brasil os delegados – oficiais e não oficiais – a essa portentosa reunião. Este teste serve para você verificar se está preparado para enfrentar as conversas que estarão na moda pelo menos até junho. Se você é leitor constante de SUPERINTERESSANTE, certamente vai acertar todas as respostas; se não é, ele servirá como um curso supletivo para atender a essa emergência. Mas aproveite para fazer uma assinatura da revista e com ela começar a preparar-se para a próxima reunião, quem sabe daqui a vinte anos.

1 – A conferência mundial a ser realizada no Rio de Janeiro tem o nome oficial de: 

a) Conferência Mundial do Meio Ambiente;
b) Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente;
c) Conferência Internacional de Preservação da Natureza;
d) Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente e Desenvolvimento.

2 – E tem o nome extra-oficial de:
 
a) Eco-92
b) Rio-92
c) Eco-Rio
d) Natureza-92

3 – Quais desses temas fazem parte da pauta de trabalhos da conferência: 

a) proteção da atmosfera;
b) a correta gestão dos recursos do planeta;
c) a preservação da biodiversidade;
d) o impacto das descobertas e das realizações da Biotecnologia, que já começa a patentear seus primeiros produtos, como animais, órgãos e plantas;
e) defesa dos mares, oceanos e regiões costeiras;
f) conservação dos recursos de água doce;
g) administração dos resíduos tóxicos e químicos produzidos pela indústria;
h) administração do lixo comum que todos produzimos, diariamente.

4 – Certo ou errado: além de reis, rainhas, príncipes, princesas, presidentes, primeiros-ministros e representantes variados dos governos de todos os países que fazem parte da ONU, vão ajudar a agitar o Rio em junho próximo: 

a) os índios peles-vermelhas dos Estados Unidos;
b) os representantes dos grupos gay da Europa;
c) a Federação Mundial da Juventude;
d) a União Mundial dos Sindicatos Livres;
e) a Federação Mundial das Associações Cristãs de Moços;
f) a Federação Internacional de Organismos de Planejamento Familiar;
g) a Organização Internacional das Associações de Consumidores;
h) as torcidas organizadas de todos os clubes que participam do campeonato brasileiro de futebol.

Até aí, tratamos da Conferência propriamente dita. Agora vamos entrar no complicado terreno dos poluentes e dos poluidores. Muita atenção, que nesse pantanoso ambiente nem tudo que tem rabo é cachorro, embora às vezes o que não tem possa ser. Comecemos pelo efeito estufa, sobre o qual você já deve ter lido muita coisa.

5 – O excessivo aquecimento da Terra é causado por: 

a) uso exagerado de fornos, fogões, lareiras e luzes elétricas;
b) pelos veículos de transporte cujos motores utilizam combustíveis extraídos do petróleo;
c) pelas indústrias que fabricam produtos químicos;
d) pelos grandes rebanhos de bois e vacas criados para garantir bons bifes para os moradores dos países ricos;
e) pelos fumantes que, apesar de todas as campanhas esclarecedoras, não se convencem de que estão condenados ao câncer e continuam enchendo o ar com fumaça de seus cigarros, carimbos e charutos;
f) pelos vulcões, que de vez em quando explodem e enchem o ar de fumaça, fuligem e gases mal-cheirosos;
g) pelas indústrias que fabricam qualquer coisa usando fornos e fornalhas aquecidos por óleo extraído do petróleo;
h) pelos países ricos, como o Japão e os Estados Unidos, que gastam uma enormidade de energia para fazer funcionar suas economias muito sofisticadas;
i) pelos países pobres, como o Brasil e o Zaire, que queimam florestas para conseguir um dinheirinho extra para pagar suas dívidas exorbitantes.

6 – Se provocassem só o efeito estufa esses poluidores já mereciam ir direito para o inferno. Mas eles causam muitos outros males, pelos quais mereciam ficar lá por toda a eternidade. Eis alguns deles: 

a) sujam de fuligem os prédios mais lindos;
b) corroem e estragamos monumentos públicos e as estátuas colocadas nas praças e jardins;
c) provocam dores de cabeça, cansaço, palpitações no coração, diminuição dos reflexos e, eventualmente, até a morte por envenenamento:
d) são os responsáveis pelo reaparecimento de doenças como a cólera e a malária, que estavam praticamente extintas;
e) provocam o desconforto que os visitantes enfrentam na Cidade do México, considerada a mais poluída do mundo.

7 – Você acha que mais uma vez a Europa (e o mundo) curvou-se diante do Brasil porque nós temos o Proálcool e eles só têm carros a gasolina e por isso respiramos um ar muito mais puro do que eles? Então escolha a resposta certa: 

a) automóveis movidos a gasolina poluem menos a atmosfera que os movidos a álcool;
b) automóveis movidos a álcool poluem menos que os movidos a gasolina;
c) caminhões e ônibus movidos a diesel são os que mais poluem com aquela maldita fumaça preta;
d) carroças e charretes são os maiores poluidores com seus cavalos fazendo cocô por toda parte.

8 – Você está aí tentando responder a essas perguntas e ainda nem mostrou se sabe mesmo o que é o efeito estufa. Pois vamos lá: 

a) efeito estufa é uma situação muito perigosa a que estão expostas pessoas que vivem ou trabalham em edifícios modernos, fechados com janelas de vidros, que deixam entrar calor mas não o ar fresco de fora;
b) é o calor que se irradia do centro da Terra que provoca o efeito estufa, preso na superfície do planeta pela camada de nuvens e fumaça;
c) efeito estufa é o superaquecimento da Terra, coberta por grandes extensões de asfalto das estradas e de cimento dos edifícios;
d) é o aquecimento anormal da Terra pela radiação infravermelha do Sol que, refletida pelo solo, não consegue escapar para o espaço, retida pela camada de gases poluentes.

9 – Além do dióxido de carbono, resultante da queima dos combustíveis oriundos do petróleo, há outro gás causador do efeito estufa: o metano. Os responsáveis por sua produção em quantidades anormais são: 

a) automóveis, caminhões e fábricas movidos a derivados de petróleo;
b) os pântanos com suas águas paradas e plantas que apodrecem;
c) o homem, porque queima a vegetação que cobre o planeta, para cultivar sua comida;
d) o homem, porque produz uma quantidade de lixo impossível de ser reciclada por meios naturais;
e) animais selvagens, como os cupins, que vivem em colônias de milhares de indivíduos e trabalham sem parar;
f) as vacas e seus maridos, os bois, as ovelhas e cavalos, pois não param de comer capim;
g) as grandes plantações de arroz, que ficam cada vez maiores porque esse é o alimento preferido em quase todos os países.

10 – O efeito estufa é perigoso porque: 

a) se não for contido provocará, nos próximos cinqüenta anos, um aquecimento de 30 graus Celsius na superfície terrestre e morreremos torrados, tal como promete a Bíblia;
b) se não for contido, provocará, nos próximos cinqüenta anos, um aquecimento da temperatura média da Terra de 1,5 a 5,5 graus Celsius, capaz de derreter parte de gelo contido nos pólos, elevar o nível dos oceanos e inundar boa parte das terras hoje habitadas por grandes populações;
c) provoca grandes e imprevisíveis alterações no clima da Terra.

E da camada de ozônio que está lá em cima, já ouviu falar? Tem acompanhado direitinho tudo que acontece com ela? Então vamos lá.

11 – Certo ou errado: 

a) o ozônio é um gás muito bom para o homem porque impede parte da radiação infravermelha do sol de chegar à superfície da Terra, onde provocaria (mais) casos de câncer da pele e destruiria plantações agrícolas;
b) o ozônio é um gás muito ruim para o homem, porque pode envenená-lo e causa-lhe a morte.

12 – Todos os anos abre-se um grande buraco na camada de ozônio que protege a Terra contra a radiação infravermelha do Sol, esse buraco: 

a) é um muito perigoso, porque deixa completamente desprotegido um pedaço da Terra do tamanho da Europa;
b) não é nada perigoso, porque só deixa desprotegidas as geleiras da Antártida e o máximo que pode acontecer é os pingüins ficar com câncer.

13 – Os culpados pela abertura anual desse buraco são: 

a) compact discs, porque acendem feixes de raios laser a torto e a direito e destroem o ozônio;
b) as geladeiras que em casa conservam nossa comida e nos bares gelam nossa cerveja;
c) os aparelhos de ar-condicionado que tornam suportável o verão equatorial deste nosso país tropical;
d) os automóveis movidos a álcool, por causa dos gases que expelem pelo escapamento;
e) os automóveis movidos a gasolina idem;
f) os tubos de spray dos desodorantes, inseticidas, purificadores de ar, cujo cheiro é tão horripilante que nem o ozônio tolera;
g) a transmissão constante, pela televisão, em cadeia nacional, de programas gratuitos dos partidos políticos.

14 – Um acordo internacional celebrado no Canadá estabeleceu mecanismos para que até o ano 2000 cesse completamente a produção desse inimigo do ozônio. A partir daí, serão necessários para que a situação volte ao normal: 

a) seis meses;
b) um ano;
c) dois anos;
d) cinco anos;
e) cinqüenta anos
f) 500 anos
g) 1 000 anos

Uma questão que preocupa muito os ecologistas do Primeiro Mundo é a preservação das últimas florestas tropicais – a maior das quais é a Amazônia, de que somos os maiores proprietários.

15 – É importante preservar a floresta tropical porque: 

a) as árvores purificam o ar poluído pelos automóveis e pelas indústrias que queimam combustíveis fósseis;
b) ali existe uma quantia incalculável de formas de vida, que não podem sobreviver em outro ecossistema, indispensáveis para diversos tipos de pesquisa científica, sobretudo no campo das doenças e de sua cura;
c) ela tem um importante papel na manutenção do clima de toda a Terra.

16 – Certo ou errado: os gringos estão preocupados à toa, porque a floresta tropical é muito vigorosa e consegue refazer rapidamente o que o homem destrói.

17 – As florestas são importantes para os países onde elas estão porque: 

a) possuem um solo fértil, garantia de grandes safras agrícolas;
b) exploradas racionalmente, podem fornecer grandes quantidades de madeira, produto que atinge altos preços no mercado internacional;
c) podem ser usadas como arma poderosa nas negociações com os governos dos países desenvolvidos, pressionados por uma opinião pública cada vez mais preocupada com as questões ambientais.

 

 

 

Respostas

 
1 – d O nome deixa claro que se trata de uma reunião para discutir meio ambiente e desenvolvimento – ou seja, o pedaço que interessa aos países ricos e o que interessa aos países pobres. E é por isso que os preparativos estão emperrados – ainda não se conseguiu definir quem vai pagar o quê na grande conta da salvação do planeta.

2 – b Já se falou muito em Eco-92, mas o apelido oficial da conferência é Rio-92, tal como a anterior se apelidou Estocolmo-72.

3 – Todos esses e muitos outros. A questão do desenvolvimento, por exemplo, vai dar pano para mangas bem compridas, e até agora nada se acertou a respeito.

4 – Todos esses (menos as torcidas organizadas, pois futebol nada tem a ver com poluição) e uma centena de outros grupos. Quem quiser aparece e dá o seu recado como puder.

5 – Por todos, mas convém separar as coisas. Fornos, fogões, lareiras e luzes elétricas têm uma responsabilidade mínima, que não dá nem para medir. As indústrias químicas esquentam porque são indústrias, não porque fabriquem produtos químico, responsáveis por outro tipo de poluição. Os fumantes também têm uma responsabilidade insignificante, mas como andam por aí soprando fumaça cancerígena no pulmão dos não fumantes, merecem ser incluídas em todas as listas de pecadores.

6 – a, b e c Os gases que provocam o efeito estufa podem causar muitas doenças, mas nada têm a ver com cólera e malária, culpa apenas dos maus governos, que não são capazes de garantir boas condições sanitárias para seus governados. O mal-estar que os visitantes sentem na Cidade do México é provocado pela altitude, não pela poluição. A não ser em casos de extrema gravidade, esta só provoca efeitos mensuráveis a médio ou longo prazo.

7 – Tudo errado. O álcool, gasolina ou diesel, automóveis e caminhões poluem muito. Já as carroças, aqui referidas no sentido literal do nome, não poluem nada – tanto que nossas bisavós viviam em cidades de pureza exemplar.

8 – d Não é qualquer gás ou fumacinha que, uma vez solto no ar, tem capacidade de causar o efeito estufa. Ele precisa ser capaz de impedir a passagem da radiação refletida pela Terra. 

9 – Todos. Automóveis e caminhões porque queimam os derivados do petróleo; os pântanos porque sua lama, cheia de matéria orgânica em decomposição, não tem oxigênio e é, por isso, o paraíso de bactérias produtoras de metano; o mesmo acontece com os arrozais, que liberam 115 milhões de toneladas desse gás, anualmente, e com os depósitos de lixo orgânico; vacas e cupins contribuem para essa catástrofe porque têm no estômago grande quantidade de bactérias anaeróbicas (as quais dispensa o oxigênio) que partem a celulose do capim (no caso das vacas) e de madeira (no caso dos cupins) com que se alimentam.

10 – Haja dióxido de carbono para conseguir esquentar a Terra 30 graus. Do jeito que as coisas vão, conseguiremos esquentar nossa temperatura, no máximo, 1,5 ou 5,5, nos próximos 100 anos. O suficiente para conseguir fazer o mar subir de 1,50 metros a 2,10, com ou sem derretimento de geleiras: o calor como se sabe, dilata os corpos, a água inclusive. Tanto calor a mais, tanta água a mais, maior evaporação, certamente trarão grandes mudanças no clima.

11 – a e b Nas grandes altitudes, o ozônio forma um escudo protetor, que impede boa parte dos raios ultravioleta emitidos pelo Sol de atingir a superfície da Terra, onde provocaria graves danos à saúde do homem e às plantas em geral. Cá embaixo, porém, ozônio é um gás perigosíssimo, um dos piores poluentes da atmosfera, capaz de reduzir drasticamente as colheitas e provocar irritação e ressecamento das mucosas do aparelho respiratório, além de envelhecimento precoce.

12 – a Os cientistas já detectaram uma diminuição de cerca de 3% na camada de ozônio que protege toda a superfície terrestre contra a radiação ultravioleta do Sol. Mas na primavera, por mecanismos ainda não perfeitamente explicados, abre-se um tremendo buraco nessa camada, sobre a Antártida, expondo diretamente àquela radiação um território de 30 milhões de quilômetros quadrados, onde não vivem apenas pingüins.

13 – b, c e f Tanto as geleiras quanto os aparelhos de ar-condicionado esfriam graças ao clorofluorcarbono, que também é utilizado nos sprays em geral. Ele atravessa a troposfera, a faixa de ar que vai até cerca de 10 000 metros de altitude, e chega à estratosfera. Ali, os raios ultravioleta do Sol quebram as suas moléculas, liberando os átomos do gás cloro. O ozônio, uma molécula formada por três átomos de oxigênio, reage com o cloro, formando monóxido de cloro e mais oxigênio. Combinado com o oxigênio, o monóxico de cloro deixa novamente livres os átomos de cloro, para reagir com o ozônio outra vez. Calcula-se que graças a esse efeito cascata, cada átomo de cloro destrói 100 000 moléculas de ozônio. Já os aparelhos de compact disc são responsáveis pela difusão de boa música, nada tendo a ver com nossas desgraças. E os automóveis são responsáveis pela produção de ozônio, e não sua destruição; infelizmente, quase sempre é o ozônio mau. Os programas gratuitos dos partidos políticos podem ser chatos, mas você tem de fazer um sacrifício e assisti-los – é a forma de ficar em condições de ajudar a melhorar este país. Pode ficar tranqüilo que, por ali, seu ozônio não ocorre nenhum risco.

14 – O clorofluorcarbono tem uma vida útil de 75 anos. A partir do momento em que cessar completamente a sua utilização aqui na Terra, ainda teremos de esperar 75 anos para que o ozônio possa sobreviver em paz lá nas suas alturas.

15 – a, b e c A importância maior da floresta tropical está na biodiversidade, a grande variedade de espécies de vida que ela abriga. Boa parte desses organismos ainda não foram estudados, nem mesmo catalogados pelos cientistas. Supõe-se que eles escondem segredos sobre a origem e a evolução da vida, a cura de doenças e, quem sabe, até mesmo de doenças que ainda nem chegamos a descobrir.

16 – Errado. A floresta tropical não é muito vigorosa, é até bastante frágil. Ela se refaz rapidamente quando a destruição atinge pequenas partes; grandes áreas desmatadas estão condenadas à desertificação.

17 – b e c O solo da floresta tropical é muito pobre; as árvores sobrevivem graças à matéria orgânica em decomposição na água que ali é muito abundante. Mas de qualquer forma a quantidade de nutrientes é pequena, motivo pelo qual há ali uma grande variedade de formas de vida, cada uma representada por relativamente poucos exemplares.