GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Vida sem escalas

Ele é a pessoa que mais viaja de avião no mundo. E acaba de alcançar seu sonho: atingir 10 milhões de milhas voadas

Ingrid Furtado

No filme Amor sem Escalas, George Clooney é um executivo que viaja sem parar. Com uma vida vazia, ele tem uma única meta: atingir 10 milhões de milhas voadas. É uma quantidade absurda, equivalente a 400 voltas ao redor do mundo ou 20 viagens de ida e volta à Lua. E, por incrível que pareça, alguém acaba de alcançar essa marca na vida real: o americano Tom Stuker, de 57 anos, que atingiu a marca em seu 5 962º voo – uma viagem de Los Angeles a Chicago.

Tudo começou há 29 anos atrás, quando Tom (então um vendedor de carros) se meteu a dar uma palestra sobre marketing. Ele se deu tão bem que começou a dar cursos em concessionárias espalhadas pelos EUA, até conhecer um empresário australiano – que o convidou a viajar até lá. “Eu tinha pânico de voar”, conta Stuker, que se entupia de uísque para aguentar as viagens. Mas logo ele estava viajando cada vez mais para visitar clientes no Japão, no Canadá, na Inglaterra e na Nova Zelândia.

Hoje, Stuker voa todos os dias entre Nova Jersey e Chicago, onde ele mantém duas casas, e faz em média 25 voos internacionais por ano. A maioria deles pela United Airlines – que batizou um avião em homenagem a ele. “Eu distribuo minhas milhas para amigos e parentes, e também troco por produtos ou crédito para jogar em cassinos.” Nos anos 90, Stuker gastou 450 mil milhas num leilão beneficente – comprou o direito de participar, como figurante, num episódio da série Seinfeld.

Stuker já passou 20 mil horas dentro de aviões, o que dá 2 anos inteiros. Já viu mortes a bordo (3 vezes) e passou situações embaraçosas. “Uma vez, eu tive um ataque de sonambulismo. Levantei e quase comecei a urinar em outro passageiro.” É daí que tira sua principal dica de viagem. “Leve uma roupa limpa na bagagem de mão. Você nunca sabe quando alguém vai fazer xixi em você.”