Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Você entende tudo de orgasmo? Saiba o que os dados revelam sobre o prazer

Orgasmo é bom demais, mas nem todo mundo chega lá. Saiba melhor o que rola (e o que atrapalha) na hora do prazer

Por Da Redação Atualizado em 4 nov 2016, 18h59 - Publicado em 28 set 2015, 19h00

A gente já tinha te contado alguns fatos sobre o orgasmo que você não sabia. E respondido umas perguntinhas básicas, para você saber como o orgasmo acontece no seu corpo. Mas, agora, vamos ao que interessa: como é que o orgasmo afeta nas nossas vidas? A gente separou uns dados que mostram as diferenças entre os orgasmos masculinos e femininos e que revelam como a maioria das pessoas se relaciona. 

Homens ainda se dão melhor na cama

Os dados mostram que as brasileiras gozam menos que seus parceiros. Veja com que frequência gozam os homens e as mulheres e a porcentagem de quem tem orgasmos sempre que vai para a cama.

Tudo que é bom dura pouco

Mulheres têm orgasmos mais duradouros que os homens, mas, ainda assim, a média não passa dos 20 segundos para ninguém.

Meninas se entendem

As mulheres se dão melhor na cama quando estão fazendo sexo com outras mulheres. 

Nem toda mulher é igual

Cada uma atinge o orgasmo de um jeito bem diferente.

Continua após a publicidade

A mágica dos orgamos múltiplos

Nem todas as mulheres são privilegiadas, mas as que conseguem, gozam muito. O recorde é impressionante.

Cerveja dificulta o orgasmo

Boa parte dos homens já mentiu sobre ter atingido o orgasmo. E, olha só, muitos deles precisaram mentir porque estavam bêbados.

Sexo eletrizante

Seis orgasmos liberam energia suficiente para recarregar uma pilha. E, sim, mulheres também mentem na hora H. Muitas, não se sentem à vontade para conversar sobre o assunto com seus parceiros. 

Sabe aquela rapidinha?

Pois é, os homens chegam lá super rápido. Mas, olha só: eles também têm ponto G.

Fontes: Barry Komisaruk e Nan Wise, pesquisadores da Universidade de Rutgers; Universidade de Indiana; Universidade George Washington; Instituto Kinsey; Global Sex Survey; Pesquisa do Dr. Ernst Gräfenberg, ginecologista alemão; Masturbate-a-thon, Dinamarca, 2009; Pesquisa da AOL; Universidade do Kansas; Your Tango!; Pesquisadores Masters and Johnson. Ilustração: Inara Negrão.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da Super. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)