GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Black Mirror: saiba o que esperar de cada episódio da quinta temporada

A Netflix lançou hoje (05) três novos episódios da série. Conheça o enredo de cada um deles e as referências às temporadas anteriores.

A espera finalmente acabou. A nova temporada de Black Mirror já está disponível na Netflix.

As temporadas normalmente são lançadas no final do ano. Em dezembro tivemos apenas a estreia do filme interativo Bandersnatch, o que deixou os fãs sentindo falta dos outros episódios. Foi ele que atrasou a quinta temporada. Inicialmente, Bandersnatch deveria ser apenas mais um episódio, mas ele acabou se estendendo demais e ocupando muito tempo de produção.

Agora, a série chega com metade dos episódios das duas temporadas anteriores. O serviço de streaming nos acostumou mal. A primeira temporada, antes da série ser comprada pela Netflix, teve apenas três episódios. A partir da terceira temporada, elas passaram a ter seis episódios cada uma. Agora, a série decide voltar às origens com três episódios originais.

Assim como as temporadas anteriores, cada história é independente. Você pode assisti-las em qualquer ordem. Porém, seguindo a tradição, os episódios apresentam pequenas referências às temporadas anteriores. Confira cada uma delas.

Striking Vipers

 (Netflix/Reprodução)

O trailer do episódio já dá uma ideia do que ele se trata. Danny vive com sua esposa e filho, até que ele começa a agir diferente e causar um desconforto na família. A causa disso é o videogame de luta Striking Vipers X, parecido com o Mortal Kombat, que ele joga regularmente com seu amigo de infância Karl.

O primeiro episódio da temporada usa uma tecnologia já apresentada antes: um videogame de realidade imersiva. Os personagens usam um pequeno dispositivo grudado na cabeça para se transportarem para dentro do jogo. Esse mesmo sistema já foi usado em San Junipero e U.S.S. Calister.

O novo enredo pode ser visto como uma mistura desses dois episódios anteriores. Assim como em San Junipero, o personagem principal busca a realidade virtual como uma forma de prazer. Não é à toa: no videogame ele é capaz de sentir sensações físicas reais. O paralelo com U.S.S. Calister está no fato do jogo acabar influenciando diretamente a vida real dos personagens.

Apesar de tratar de um jogo virtual, o episódio ainda mostra muitos cenários do mundo real. Para o entusiasmo dos brasileiros, ele foi filmado em São Paulo. Os fãs podem observar cenas do edifício Copan, Viaduto Dr. Plínio de Queiroz, Avenida Paulista, edifício Louvre e outros estabelecimentos da cidade

Smithereens

 (Netflix/Reprodução)

O segundo episódio aborda o vício nos celulares e serviços de transporte particular. Muitas vezes, os passageiros do Uber ou táxi não querem ser incomodados por uma conversa com o motorista. Preferem usar os minutos de tranquilidade para focar nas redes sociais — assim como no resto do dia.

O motorista Christopher é extremamente incomodado por essa situação. Ele espera pacientemente na frente da sede da Smithereens — uma empresa parecida com o Facebook — na esperança de transportar um de seus funcionários. Quando um estagiário entra no carro para ir ao aeroporto, Christopher muda a rota e sequestra o rapaz.

A obsessão pelo celular é um dos temas mais abordados da série, seja direta ou indiretamente. O nome Black Mirror, inclusive, faz referência às telas dos smartphones, que parecem espelhos pretos. Outro episódio que já tratou do assunto foi Nosedive, da terceira temporada.

Rachel, Jack and Ashley Too

 (Netflix/Reprodução)

O episódio mais comentado da temporada é protagonizado por Miley Cyrus. Ela interpreta a cantora pop Ashley O, com uma legião de fãs composta principalmente por meninas pré-adolescentes (qualquer semelhança com a realidade não é mera coincidência). A artista lança uma assistente pessoal, como a Siri, mas em forma de boneca. Ashley Too, como é chamada, possui a mesma personalidade da cantora.

A adolescente Rachel, de 15 anos, é outro foco da história. A garota acaba de perder a mãe e se mudar com o pai e irmã. Nesse novo lugar, ela tem dificuldade para fazer amigos e a assistente pessoal acaba preenchendo essa lacuna.

O enredo aquece quando Ashley O demonstra os problemas na sua carreira e vida pessoal. Ela não está mais satisfeita com seu estilo musical, mas acaba presa a ele por pressão de sua tia. Esses distúrbios começam a transparecer na boneca, revelando a real personalidade por trás da felicidade e frases motivadoras da artista.