Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Maldita e divertida raça

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h51 - Publicado em 30 set 2005, 22h00

Cíntia Cristina da Silva

Dicas úteis para uma vida fútil

Mark Twain, Relume Dumará, 220 páginas, R$ 40

Uma boa amostra da genialidade de Mark Twain, autor de As Aventuras de Tom Sawyer (1876), está nessa compilação de textos extraídos de suas cartas, diários e romances. O livro foi dividido em 8 capítulos que versam sobre a Etiqueta no Cotidiano (em velórios, o autor recomenda que não se leve o cachorro), A Mesa Americana e Comportamento em Viagem, por exemplo. Pena que acabe tão rápido!

Frase: “A vida ideal consiste em ter bons amigos, bons livros e uma consciência sonolenta.”

Para quem: acredita que com uma dose de humor e ironia o ser humano pode ser engraçado.

• Twain nasceu Samuel Langhorne Clemens, em 1835. Antes de ser escritor, foi jornalista e timoneiro de um vapor no rio Mississippi.

• Reclamava dos gostos alimentares pelo mundo e fazia listas do que queria comer no retorno para casa. “Posso elogiar o meu cardápio até não agüentar mais, porém o escocês balançaria a cabeça e perguntaria: cadê a lingüiça de sangue de porco? E os nativos das ilhas Fiji perguntariam: cadê o missionário?”

• Em Fumo, Alimentação e Saúde aos 70 anos, escreveu: “Fumo há 60 anos. Transformei em lei não fumar mais de um charuto por vez. Quanto à bebida, não tenho qualquer lei. Se os outros bebem, gosto de colaborar.”

Continua após a publicidade
Publicidade