GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

O último talk show: programa de TV entrevista pessoas condenadas à morte

Programa chinês "Entrevistas Antes da Execução" é sucesso de audiência com uma proposta radical

“Estou feliz que você foi pego. Você é um bosta.” Não, não é o Datena falando com um criminoso. É a delicada jornalista Ding Yu, em Entrevistas Antes da Execução, um talk show com condenados à morte que virou sucesso de audiência na China, com média de 40 milhões de espectadores. A própria jornalista criou o programa, que existe há 5 anos e já entrevistou 250 pessoas.

As entrevistas são gravadas algumas semanas, dias ou minutos antes da execução. Na China, 55 crimes são punidos com pena de morte – de homicídio a “crimes contra o Estado”, como espionagem e corrupção. Mas Yu só conversa com homicidas. “Muitos podem achar cruel pedir que um prisioneiro dê entrevista quando está prestes a ser executado. Ao contrário. Eles querem ser ouvidos”, disse ela à emissora inglesa BBC. Para ela, o programa cumpre uma função educativa, ajudando a prevenir o crime.

Com o escândalo causado no Ocidente pela entrevista à BBC, Yu foi proibida de falar com a imprensa, e o talk show da morte saiu do ar. Mas sua emissora (que é controlada pelo Estado) já afirmou que vai voltar. Para uma nova – e sangrenta – temporada.