GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Os 9 melhores filmes de 2015

Entre todos filmes que entraram em cartaz, esses são os que você tem que dar uma olhada

9- 007 contra Espectre

Possívelmente o último filme de Daniel Craig no papel do agente com licença para matar, Contra Espectre fecha o círculo iniciado em 2006 com Cassino Royale, mostrando um Bond que ainda tenta se vingar do que acontece com sua primeira bond girl, Vesper.

Há muita discussão se o filme seria melhor do que a terceira parte dessa nova fase, Skyfall, e as opiniões divergem. Espectre, porém, em momento nenhum é comparado com Quantum of Solace, o que já é um ótimo sinal.

Com cenas de ação ambiciosas, e um vilão interpretado por Christoth Waltz, o filme foi um dos melhores lançamentos do ano, mesmo usando alguns clichês em seu roteiro.

8- Perdido em Marte



Dirigido por Ridley Scott e contando com assessoria técnica da NASA,v Perdido em Marte é um filme muito mais nerd do que Interstelar e Gravidade, e mesmo assim não ficou nem um pouco chato.

A trama, inspirada em um livro homônimo de 2011 escrito pelo americano Andy Weir, conta a história de Mark Watney (Matt Damon), um astronauta que, após um acidente durante exploração em Marte, acaba ficando preso e sozinho no planeta vermelho. Watney tem que se virar para conseguir sobreviver até que arranje um jeito de voltar para a Terra. A trama ainda ganha mais pontos em colocar Jessica Chastain no papel de uma comandante e não forçar uma barra para que o protagonista e a personagem formassem um casal.

A história é tão rica em detalhes que muita gente foi ao Twitter comentar “a história real de superação”. Não, o homem ainda não chegou em Marte – ainda.

7- Hot Girls Wanted

Sabe aquele site pornô obscuro que você acessa em janela anônima de madrugada? Pois é, quem são aquelas mulheres – geralmente com cara de menina – que protagonizam os vídeos? Hot Girls Wanted é justamente sobre isso.

Documentário produzido pela Netflix, Hot Girls acompanha a vida dessas garotas, que tem famílias, namorados e sonhos, e mostra as transformações que acontecem desde o momento que elas gravam sua primeira cena até as recorrentes aposentadorias aos 19 anos – o filme mostra que uma menina muito bem sucedida dentro da indústria pornô tende a durar, no máximo, um ano.

O documentário tem sua importância por gritar para o expectador os abusos físicos e mentais que acontecem dentro da indústria pornô, contando histórias de meninas se questionando o tempo todo qual o limite para ganhar um pouco mais de dinheiro.

6- Ex-Machina


Queridinho independente de 2015, Ex Machina é um thriller de ficção científica. A trama mostra o programador Caleb Smith (Domhnall Gleeson) sendo escolhido para passar uma semana na casa do recluso diretor de sua empresa (Oscar Issac). Caleb então percebe que está sendo usado para testar Ava (Alicia Vikander), uma androide que poem em cheque as relações dentro da casa.

O filme virou um hit, e acabou atraindo muita gente que não esperava pela produção. Além disso, os atores são um chamariz à parte. Domhnall e Oscar têm papeis em Star Wars: Despertar da Força, transformando Machina em um cartão de visitas em quem quer conhecer mais sobre o trabalho deles, Alicia tem um trunfo ainda mais importante: sua atuação no longa lhe rendeu uma indicação à categoria de Melhor Atriz, no Globo de Ouro.

5- Beasts of No Nation


Beasts of No Nation conta história de Agu, um menino que, após ter sua vila destruída e parte da família morta por guerrilheiros, se vê obrigado a entrar no grupo que acabou com tudo de bom que conhecia. O filme mostra a infância perdida de Agu e sua transformação em um soldado que liga cada vez menos para a vida humana. A ideia é algo similar ao que aparece em Diamantes de Sangue, de 2006, mas focando na históriade quem realmente importa: os africanos – deixando de lado o drama de homens brancos querendo enriquecer, como faz o filme protagonizado por Di Caprio.

O filme foi baseado em um livro de mesmo nome, escrito pelo nigeriano Uzodinma Iweala, e dirigido por Cary Fukunaga, responsável pela primeira temporada de True Detective.  O comandante do grupo é interpretado pela britânico Idris Elba, que arrancou elogios do público, da crítica e ainda está em tempo de levar algumas premiações para casa. Elba está indicado para Melhor Ator Coadjuvante no Globo de Ouro.

Beasts é o primeiro longa de ficção distribuído pela Netflix, em algumas partes dos Estados Unidos era até mesmo escolher se você queria ver o filme pelo streaming ou nos cinemas, onde foi exibido em algumas salas pontuais. O filme se mostrou mais um símbolo dentro da empresa que tenta convencer a todos de que suas produções não perdem nada para a dos gigantes de Hollywood.

4- Que Horas Ela Volta?

O filme brasileiro mais falado mundialmente em 2015 tem motivos de sobra para tamanha comoção. A produção fez com que Regina Casé e a também protagonista Camila Márdila dividissem o prêmio de Melhor Atuação no Festival de Sundance, o circuito mais descolado dos Estados Unidos. Além disso, o longa foi escolhido como Melhor Filme, pelo público do Festival de Berlim.

A trama gira em torno de Val (Casé) e Jéssica (Márdila), respectivamente uma domésticas pernambucana vivendo em São Paulo e sua filha que vai à capital paulista para prestar vestibular para entrar em Arquitetura na USP. O filme mostra o preconceito, o elitismo e o machismo que ainda existem no Brasil atualmente.

O longa se mostra necessário em uma época em que parte do país reclama do fato de trabalhadores domésticos terem conquistados direitos trabalhistas básicos. É uma lupa nas questões sociais brasileiras.

3 – Divertida Mente



Filme da Pixar ovacionado no festival de Cannes desse ano, Divertida Mente, encantou críticos que geralmente torcem o nariz para animações blockbuster.

A história mostra os sentimentos de Riley, uma menina de 11 anos que acaba de mudar de cidade. Até então, a vida cabeça de Riley era controlada pela Alegria, mas todas essas mudanças podem acabar trocando a ordem de algumas coisas.

Divertida Mente tem a leveza e sagacidade que já é marca dentro da Pixar, e se transformou na melhor animação do ano. Merecidamente.

2- Star Wars: O Despertar da Força

A essa altura, você provavelmente já leu tudo que era possível ler sobre Star Wars: O Despertar da Força. Mas a resposta positiva ao Episódio VII não é à toa. J.J. Abrams consegue o que parecia impossível: um filme nostálgico, mas que caminha para frente.

O cineasta respeita a trilogia clássica e expande o universo da saga de maneira coerente com a mitologia apresentada por George Lucas em Uma Nova Esperança (1977). Os novos protagonistas são muito bem trabalhados, com destaque para a novata Rey, vivida ferozmente por Daisy Ridley. Ao invés de serem apenas figuras apelativas na nostalgia, os personagens clássicos – especialmente Han Solo e a agora General Leia Organa – têm função na trama. E BB8 aparentemente roubou de R2D2 o título de droide mais fofo da galáxia. A Força definitivamente despertou.

1- Mad Max: Estrada da Fúria

O último filme da franquia Mad Max havia sido lançado em 1985 . Nesse meio tempo, o diretor George Miller teve seus altos (Happy Feet), seus baixos (Babe 2- O Porquinho Atrapalhado na Cidade), mas a conclusão é que tudo isso valeu a espera.

Estrada da Fúria chegou aos cinemas com uma paleta de cores impressionante , cortes de câmera frenéticos, enredo cativante e frases de efeito marcantes. Personagens como Furiosa, interpretada por Charlize Theron se mostraram como uma das melhores criações para o cinema em tempos. Melhor filme do ano. Testemunhe.