Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Para além de Barbieheimer: conheça outros cinco indicados ao Oscar 2024

De filme francês aclamado à história do Cheetos picante, conheça obras que passaram longe do hype dos campeões de bilheteria da temporada.

Por Rafael Battaglia
Atualizado em 22 fev 2024, 15h33 - Publicado em 9 fev 2024, 16h04

53 filmes receberam ao menos uma indicação nas 23 categorias do Oscar 2024, que acontece no dia 1o de março, a partir das 19h (horário de Brasília). Conheça um pouco mais sobre as produções que não chegaram a ser blockbusters.

Saída à francesa

Cena do filme Anatomia de uma Queda (2023).
(IMBb/Montagem sobre reprodução)

É a primeira vez que três indicados a Melhor Filme são dirigidos por mulheres: Vidas Passadas (Celine Song), Barbie (Greta Gerwig) e o francês Anatomia de uma Queda (Justine Triet). O filme de Triet levou a Palma de Ouro no Festival de Cannes e seria um forte candidato a Melhor Filme Internacional, mas a França não o escolheu como seu representante. Em vez disso, selecionou O Sabor da Vida – que não conseguiu uma vaga na categoria.

Continua após a publicidade

Você pode entender melhor o caso de Anatomia de Uma Queda neste texto da Super.

Sem tecla SAP

Cena do filme Assassinos da Lua das Flores (2023)
(IMBb/Montagem sobre reprodução)

Lily Gladstone, de Assassinos da Lua das Flores, tornou-se a segunda indígena a ser indicada ao Oscar de Melhor Atriz (a primeira foi a mexicana Yalitza Aparicio em 2019, por Roma). Gladstone viveu até os 11 anos de idade na reserva da tribo Blackfeet. Foi dela a sugestão para que a maioria dos diálogos de sua personagem, Molly, fosse na língua dos Osage – povo cujo genocídio é o tema do filme dirigido por Martin Scorsese.

A casa do Holocausto

Cena do filme Zona de Interesse (2023).
(IMBb/Montagem sobre reprodução)

O diretor britânico Jonathan Glazer levou dez anos para produzir Zona de Interesse, indicado a cinco Oscars (entre eles, o de Melhor Filme). Fez diversas visitas a Auschwitz para contar a história do Holocausto sob um recorte incomum: o da família de Rudolf Höss, oficial nazista que comandava o campo de concentração. Eles viviam em uma casa de campo nas redondezas – e empregavam prisioneiros judeus.

Perdeu, Mickey

Cena do filme Nimona (2023).
(IMBb/Montagem sobre reprodução)

A Disney comprou a Fox em 2019. No pacote, adquiriu Nimona, sobre uma adolescente capaz de se transformar em várias criaturas. Executivos da empresa, contudo, discordavam da temática LGBTQ+ do projeto (em especial, um beijo entre dois personagens do mesmo sexo) e o cancelaram. Em 2022, a Netflix e o estúdio Annapurna resgataram o filme, que estreou em 2023 – e, agora, concorre a Melhor Animação.

Pacote furado

Cena do filme Flamin`Hot (2023)
(IMBb/Montagem sobre reprodução)

A criação do Cheetos superpicante. Essa é a premissa inusitada de Flamin’ Hot, que concorre em Canção Original (e está disponível no Star+). É baseado na autobiografia de Richard Montañez – ele teria inventado o sabor (o tal flamin’ hot) quando era zelador numa fábrica da Frito-Lay. Mas há um furo: segundo uma investigação do Los Angeles Times, que entrevistou dezenas de ex-funcionários da empresa, não há registro de que Richard tenha criado o salgadinho.

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:

Livros que inspiraram filmes

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.